Mato Grosso do Sul

Organizada pelo Governo, Corrida Digital é destaque em live de empresa internacional de artigos esportivos

20/06/2020 08h47 - Por: Folha de Dourados

 
Foto: Glauber Filho/Fundesporte Foto: Glauber Filho/Fundesporte

 
Nathalia Fuzaro e Silvio Boia comandaram live da ASICS Brasil. (Foto: Reprodução/Instagram)Nathalia Fuzaro e Silvio Boia comandaram live da ASICS Brasil. (Foto: Reprodução/Instagram)

Clique aqui e curta nossa página no Facebook

Passadas duas semanas, a primeira edição da Corrida Digital ainda repercute entre os amantes de esporte e organizadores de evento Brasil afora. A competição foi assunto de destaque em live realizada, na última terça-feira (16.06), no Instagram oficial da ASICS Brasil, representação nacional da empresa japonesa de artigos desportivos, especializada em produzir equipamentos para atletismo e patrocinadora das Olimpíadas de Tóquio.

A primeira prova de rua realizada no país durante o período de pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e com formato inédito mundialmente, ocorreu em Campo Grande, de 1º a 7 de junho, com organização do Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte).

Com o tema "O futuro do universo da corrida pós-pandemia", o bate-papo ao vivo reuniu dois atletas, que também são fundadores e administradores de canais on-line de vídeos (videoblogues) voltados a corredores de rua: Nathalia Fuzaro, do "Inspira e Transpira" e Silvio Boia, "Programa Kilometragem".

Boia mencionou a Corrida Digital ao revelar que fez pesquisas sobre a existência de corridas de rua no mundo durante o período pandêmico, com o objetivo de diversificar o conteúdo trazido em seu próprio canal no YouTube. "Pensei em como manter meus seguidores motivados, busquei muita informação e encontrei algumas provas que aconteceram. Já aconteceu na Noruega, na China. E, meus amigos, pasmem, já aconteceu uma corrida no Brasil. Há duas semanas foi realizada, em Campo Grande, a Corrida Digital".

"Foi um formato diferente. Eles instalaram um pórtico de largada e chegada, com um percurso cinco quilômetros, 300 atletas apenas, com toda a rigorosidade dos protocolos de biossegurança. Inclusive, no kit vinha álcool em gel e máscara, e a pessoa simplesmente marcava o horário para correr", continuou.

Segundo o blogueiro, esse primeiro evento dá esperança aos adeptos de corrida de rua quanto ao retorno gradual e seguro de competições. "O inimaginável aconteceu: uma corrida presencial e segura na pandemia. É interessante que os organizadores estão se virando. É um formato inovador, que nunca foi visto antes. Ouvi relatos de corredores participaram por ser algo diferente, que motiva".

O diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Ferreira Miranda, acredita que a Corrida Digital ficará eternizada na memória dos participantes. "Mato Grosso do Sul inovou em um período tão difícil e mostrou que é possível se sobressair no esporte em meio a este período difícil, mantendo rigoroso controle sanitário. A Corrida surgiu como alternativa para o retorno seguro de práticas esportivas e será uma eterna lembrança para quem vivenciou esse momento e ainda pôde participar da prova".

A Corrida Digital, que integra o circuito Rota das Estações 2020, foi feita em parceria com a Rede MS Integração de Rádio e Televisão.

 

Envie seu Comentário