13/02/2018 13h39

Sete de Dourados acerta retorno do atacante Williams Recife

Por: Gazeta MS
 

A vitória do Sete de Dourados sobre o Operário AC neste domingo garantiu ao clube a liderança do Grupo B na virada de turno e também a melhor campanha no Campeonato Estadual até esta quinta rodada. Além disso, os dez pontos conquistados garantem a classificação para a próxima fase, já que, considerando a pontuação de Urso e Operário e os confrontos diretos, o último colocado da chave e único eliminado não chegará à essa marca.

Com a vaga na mão, a comissão técnica e o gestor Tony Montalvão pensam na reposição de peças que deixaram o clube durante esse primeiro turno. O zagueiro Fábio Santos foi para o Campinense-PB, Gustavo Rosolem para o Fluminense de Feira-BA e o volante Gilton para o Hercílio Luz-SC, deixando o Sete com apenas 19 jogadores inscritos na competição.

Novo atacante

O primeiro nome certo para integrar o elenco neste returno é do atacante Willians Recife, já conhecido da torcida douradense. Ele defendeu o Sete em 2014 e ainda jogou pelo Cene e Corumbaense no Mato Grosso do Sul. O jogador, de 28 anos, deve se apresentar na próxima quinta-feira.

Willians estava no futebol paraibano. Em 2017 jogou pelo Auto Esporte e neste ano defendia o CSP. No Sete, o jogador foi trazido pelo técnico Cláudio Roberto e marcou cinco gols nos cinco jogos que disputou. Depois, também com Cláudio, jogou a Copa do Brasil pelo Cene e depois foi artilheiro do Corumbaense no acesso de 2014. Depois do MS, Williams jogou na Albânia, de onde voltou em 2016 para jogar no Miramar-PB.

O jogador comemora estar voltando em uma situação diferente à anterior. "Naquele ano o Sete estava lutando contra o rebaixamento e pude ajudar nos cinco jogos que disputei. Agora o time está em primeiro e estou voltando três anos depois mais maduro e cheio de vontade para ajudar meus companheiros dentro de campo", afirma.

Zaga pendurada

Além de Willians, o Sete deve anunciar nos próximos dias pelo menos mais três jogadores. A preocupação maior está no sistema defensivo, com apenas dois zagueiros de ofício e pelo setor esquerdo, com Felipe e PC. Na direita, o volante Baiano vem atuando, mas o técnico Márcio Santos não o considera improvisado. "Ele já atuou uma temporada inteira na posição e quando foi contratado sabíamos que ele poderia atuar como volante ou zagueiro", explica.

A preocupação agora são as possíveis suspensões. O zagueiro Felipe levou o seu segundo cartão amarelo e está pendurado, condição também do lateral esquerdo Digão. Apesar disso, Márcio Santos prega cautela nas escolhas. "Não temos margem para erro e contratar apenas para compor elenco não vale a pena. Procuramos jogadores que possam chegar e, se preciso, vestirem a camisa de titulares".

Segundo Montalvão, o clube negocia com pelo menos dois zagueiros que podem ser anunciados nos próximos dias.

 

Envie seu Comentário

 

Notícias

Política
Esporte
Educação
Dourados
Estado&Região
Economia
Polícia
Geral
Meio Ambiente
Rural
Tecnologia
Brasil&Mundo
Cultura
Curiosidade
Entretenimento
Saúde
Turismo
Religião
Mídia
Ciências

Colunistas

Culturalmente Falando
Cleiton Zóia Münchow
Rebecca Loise
Antenado
Enfoque
Consciência Cósmica
Gastronomia
Informe Vet
Falando de Cinema
Aniversariantes
Salada Mista
Victor Teixeira
Waldir Guerra

+ Canais

Entrevistas
Charges
Vídeos
Eventos

Expediente

Sobre Nós
Anuncie
Trabalhe Conosco
Termos de Uso