28/10/2017 12h35

Juiz substituto aceita denúncia e Giroto se torna réu em 4ª ação com Amorim, cunhado e piloto

Por: Folha de Dourados
 
 

Ex-deputado se torna réu em quarta ação penal da Operação Lama Asfáltica (Foto: Arquivo)
Ex-deputado se torna réu em quarta ação penal da Operação Lama Asfáltica (Foto: Arquivo)

Por Edivado Bitencourt, do blog O Jacaré

O MPF (Ministério Público Federal) denunciou o ex-secretário estadual de Obras e ex-deputado federal Edson Giroto, 58 anos, no âmbito da Operação Aviões de Lama, a 3ª fase da Lama Asfáltica. Ele se tornou réu pela 4ª vez por lavagem de dinheiro e ocultação de bens, desta vez junto com o empresário João Alberto Krampe Amorim dos Santos, 64, o cunhado e o piloto.

Procurador regional da República Davi Marcucci Pracucho protocolou a ação penal no dia 9 deste mês. Dez dias depois, o juiz substituto da 3ª Vara Federal de Campo Grande, Ney Gustavo Paes de Andrade, aceitou a denúncia.

Além de Giroto e Amorim, tornaram-se se réus o cunhado do ex-deputado, o engenheiro agrônomo Flávio Henrique Garcia Scrochio, 51, a sócia do dono da Proteco, a ex-secretária Elza Cristina Araújo dos Santos, 39, e o piloto Gerson Mauro Martins, 32.

Conforme a investigação da Polícia Federal, logo após ser alvo das operações Lama Asfáltica, em julho de 2015, e Fazendas de Lama, em maio do ano passado, Giroto vendeu a aeronave para o produtor de algodão do Mato Grosso, João André Lopes Guerreiro.

A história começou com o piloto, que teria indicado, em março do ano passado, que havia um avião à venda no Aeroporto Santa Maria, em Campo Grande. Ao vistoriar a aeronave, ele conheceu Giroto.

O ex-secretário lhe recebeu e mostrou o avião prefixo PP-TSM, fabricado em 1980 e conhecido como "Cheyenne". Após entrar em acordo sobre a venda, Giroto ficou de falar com outra pessoa para sacramentar o negócio.

O avião estava, oficialmente, em nome da ASE Participações e Investimentos, empresa de João Amorim e Elza.

Após consultar os "donos", Giroto fechou a compra com João André, que ofereceu um avião menor, avaliado em R$ 350 mil, e pagou R$ 550 mil à vista e R$ 1 milhão dividido em três vezes.

Apesar de o avião vendido pertencer a João Amorim, o novo, menor, foi transferido para o nome do cunhado, dono da Terrasat Engenharia e Agrimensura. Em despacho, que manteve o bloqueio, o juiz substituto Fábio Luparelli Magajewski, apontou o fato de a aeronave ter ficado com um terceiro estranho ao negócio.

Amorim, Giroto e Flávio chegaram a ser presos em julho do ano passado, na Operação Aviões de Lama, quando foram acusados de desfazer do patrimônio logo após a primeira fase da operação, que apontou desvios em recursos públicos.

Eles garantem que o avião foi vendido antes de ser bloqueado pela Justiça.

Com esta ação, Giroto se torna réu pela quarta vez.

A Operação Lama Asfaltica começa a tramitar em um novo patamar, o do julgamento, que pode levar à condenação dos envolvidos no escândalo. A operação começou em 2013, mas sofreu atrasos devido foros privilegiados de Giroto, quando era deputado federal, e de André Puccinelli (PMDB), como governador.

No entanto, a Polícia Federal segue com vários inquéritos, inclusive com novos, que surgiram como desdobramento das outras operações.

Apesar de ser o substituto do substituto, já que o único magistrado designado para a 3ª Vara Federal de Campo Grande, Fábio Luparelli se licenciou até janeiro para fazer curso, Ney Gustavo começa a implementar um novo ritmo para os casos da Lama Asfáltica. Ele levou dez dias para analisar a ação penal e aceitar a denúncia feita pelo MPF.

Nesta quinta-feira, a OAB/MS cobrou mais agilidade do Tribunal Regional Federal da 3ª Região na definição de um novo titular para a Vara, que está sem juiz desde a aposentadoria de Odilon de Oliveira.

Além da Lama Asfáltica, a 3ª Vara Federal é especializada nos crimes de lavagem de dinheiro e foi fundamental para combater o narcotráfico e desmontar as organizações criminosas na fronteira.

 

Envie seu Comentário

 

Notícias

Política
Esporte
Educação
Dourados
Estado&Região
Economia
Polícia
Geral
Meio Ambiente
Rural
Tecnologia
Brasil&Mundo
Cultura
Curiosidade
Entretenimento
Saúde
Turismo
Religião
Mídia
Ciências

Colunistas

Culturalmente Falando
Cleiton Zóia Münchow
Rebecca Loise
Antenado
Enfoque
Consciência Cósmica
Gastronomia
Informe Vet
Falando de Cinema
Aniversariantes
Salada Mista
Victor Teixeira
Waldir Guerra

+ Canais

Entrevistas
Charges
Vídeos
Eventos

Expediente

Sobre Nós
Anuncie
Trabalhe Conosco
Termos de Uso