10 mortes

Após incêndio no Ninho, Prefeitura do Rio interdita CT do Flamengo

No dia 8 de fevereiro, um incêndio atingiu o alojamento e dez atletas morreram

27/02/2019 11h22 - Por: Folha de Dourados

Clique aqui e curta nossa página no Facebook

A prefeitura do Rio de Janeiro interditou nesta quarta-feira (27) o Centro de Treinamento (CT) do Flamengo, segundo informações do próprio clube.

No dia 8 de fevereiro, um incêndio atingiu o alojamento de atletas da base do Fla, no CT George Helal, também conhecido como Ninho do Urubu, na zona oeste da cidade.

Na tragédia, dez atletas morreram e três ficaram feridos, todos eles entre 14 e 16 anos de idade, que jogavam nas categorias de base do Flamengo.

A prefeitura já tinha determinado o fechamento do CT em 2017, por pendências com documentos e autorizações.

Na semana passada, foi a vez do Ministério Público Estadual e da Defensoria Pública pedirem a interdição do CT.

A Justiça estadual deu, no entanto, um prazo de cinco dias para que o Flamengo apresentasse sua defesa.

Em nota divulgada no dia 17 de fevereiro, o Flamengo alegou que estava tentando cumprir todas as exigências da prefeitura.

(Agência Brasil)

 

Envie seu Comentário