Pandemia em MS

Agência Dourados da Caixa registra três casos positivos de Covid-19

30/06/2020 15h35 - Por: Folha de Dourados

 

Clique aqui e curta nossa página no Facebook

Mais três bancários testaram positivo para o coronavirus na base do Sindicato dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro de Dourados e Região, desta vez, os casos foram confirmados na Agência Dourados (agência centro), da Caixa Econômica Federal. Outros dois casos já tinham sidos registrados no final da primeira quinzena de junho no Banco do Brasil de Rio Brilhante.

CLIQUE AQUI E VEJA: Banco do Brasil de Rio Brilhante registra dois casos positivos de Covid-19

O sindicato recebeu a denúncia e entrou imediatamente em contato com a administração da agência para saber as providências que estavam sendo tomadas em relação aos protocolos a serem seguidos nesses casos. A informação recebida foi de que os trabalhadores que testaram positivo foram afastados e que a agência está tomando as medidas conforme o novo protocolo de orientação dado pela direção nacional da empresa.

Ainda segundo a administração, a agência passou por higienização nesta quinta-feira (25). Os funcionários infectados continuarão afastados e outros que trabalhavam próximos a estes também foram colocados em quarentena e, nesta sexta-feira (26), todo o quadro de pessoal, exceto os terceirizados, realizaram exames para a detecção da COVID-19. De acordo com os novos critérios da empresa a quarentena agora só para quem teve "contato" com casos suspeitos ou confirmados. O sindicato segue acompanhando o caso.

O presidente do Sindicato, Carlos Longo, lembra que: "em meados de maio, sem nenhuma discussão com os representantes dos trabalhadores, a Caixa mudou o protocolo que até então vinha adotando, abrandando os procedimentos de segurança criados para enfrentar a pandemia e, com isso, aumentando os riscos de contaminação dos trabalhadores".

CLIQUE AQUI E VEJA: Caixa divulga novos protocolos que diminuem a segurança da saúde dos empregados

Para o secretário geral do sindicato e funcionário da Caixa, Edson Rigoni, "é condenável a mudança de protocolo adotada pela empresa justamente no momento em que a doença estava, e continua, em pleno crescimento exponencial de contaminação e mortes".

O protocolo anterior que vinha sendo seguido pelo banco público, previa até 14 dias para toda a agência no caso de sintoma na unidade, como é a orientação das autoridades de saúde. A mudança reflete o descaso da instituição com o conjunto dos trabalhadores que estão expostos diariamente a doença na heroica missão de atender a todas as camadas sociais do país durante a pandemia, em especial, o atendimento aos programas sociais e do auxílio emergencial.

Medidas de proteção

Na sexta-feira da semana passada (19/06) o sindicato já havia feito uma solicitação aos Ministérios Públicos do Trabalho e Estadual, com cópias para os bancos, prefeitura e comitê do covid 19 em Dourados no sentido da prevenção e proteção da categoria em face do município ter se tornado o epicentro da doença no Estado, com foco de transmissão preponderante nos frigoríficos que mantém folha de pagamento nas instituições bancárias.

Orientação do Sindicato

A diretoria do sindicato reforça a importância da categoria continuar mantendo todos os cuidados divulgados pelas autoridades de saúde, em relação a prevenção do contágio e propagação do Coronavírus (COVID-19). Orienta também para aqueles que por ventura estejam ou venham estar com algum sintoma, que não vá ao trabalho. Comunique a sua chefia e fique em isolamento até que possa realizar o teste. Assim você estará se protegendo e protegendo seus colegas de trabalho. Além disso, reforçamos a importância de manter o isolamento social.

É importante lembrar que a categoria bancária está na linha de frente dos trabalhos essenciais nessa pandemia. Temos lutado para que as condições de segurança sejam garantidas. Desde o início da pandemia, negociações têm sido realizadas de forma permanente entre os representantes dos trabalhadores e os bancos. Inclusive na próxima terça-feira (30/06) tem uma nova rodada de negociação entre o Comando Nacional e a Fenaban para tratar sobre a testagem de Covid 19 em todos os bancários do país.

A atuação dos Sindicatos e a unidade nacional da categoria têm sido fundamentais para garantir diversos direitos, como o afastamento dos bancários pertencentes ao grupo de risco, a não demissão durante a pandemia, o fornecimento de EPIs, no BB o não descomissionamento durante a pandemia, entre outros.

Fonte: SBTRF de Dourados e Região

 

Envie seu Comentário