13/03/2017 13h34

Campanha da Fraternidade 2017 - Uma reflexão oportuna e extremamente necessária

Por: Folha de Dourados
 
 

(*) Madson Valente

Mais uma vez a Igreja Católica através da CNBB contribui para despertar da consciência ecológica e nos convoca para uma profunda reflexão da nossa relação com o meio ambiente, nos chamando atenção com relação aos biomas brasileiros.

Pensar em ações que visam proteger nosso meio ambiente e com atitudes que de fato venham promover maior equilíbrio, esta é a maior intenção. De fato agindo no local é que vamos fazer com que o meio ambiente tenha sustentabilidade e promova efeito global, portanto dentro desta linha se faz necessário termos a compreensão que os grandes biomas mundiais estão ameaçados, principalmente pela ação do homem, portanto para colaborarmos com o equilíbrio dos ecossistemas se torna extremamente necessário que construamos políticas públicas e ações sociais para chamarmos atenção quanto as ameaças econômicas que estão colocando nossa Amazônia, Mata Atlântica, Pantanal, Cerrado, Pampa e Caatinga em situação de completa degradação.

Sabemos que historicamente e principalmente após a revolução industrial que grandes impactos ambientais foram proporcionados, pois o sistema capitalista transforma estes bens naturais em atividades de lucros, entretanto grandes pensadores nesta mesma época já chamavam atenção quanto esta exploração desordenada.

A Amazônia com 49,3% do território nacional abriga a maior rede hidrográfica do mundo e concentra 15% das águas doces superficiais não congeladas do planeta e o Cerrado possui bacias hidrográficas que são originárias dentro do seu Bioma, tais como bacias do Araguaia, Tocantins ,Xingu, Tapajós,Paraguai e São Francisco. A Mata Atlântica sofre historicamente o desmatamento e teve sua área reduzida drasticamente e a Caatinga é um Bioma essencialmente brasileiro e está nas regiões norte e nordeste em avançado processo de desertificação e com altos índices de pobreza humana. Os Pampas estão em completo estágio de degradação pelas conseqüências do avanço da atividade pecuária e o nosso Pantanal devido as novas tendências de desenvolvimento econômico e de construção de infra-estrutura também se vê completamente ameaçado. Biomas é um conjunto de vidas e todas estas são providências de Deus, portanto todas as espécies vegetais e animais precisam ser conservadas e zeladas, visto que precisamos de vida e vida em abundância.

Enquanto igreja precisamos ser protagonistas, nos disponibilizar para construirmos um mundo com relações de respeito pela vida, com atitudes que venham dignificar as obras do criador, promovendo uma relação harmônica entre homem/meio ambiente e com visão sustentável contribuir para que plenamente as maravilhas do senhor não venham perder sua exuberância.

Vereador, Geógrafo, Professor e Membro da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora de Indápolis

 

Envie seu Comentário

 

Notícias

Política
Esporte
Educação
Dourados
Estado&Região
Economia
Polícia
Geral
Meio Ambiente
Rural
Tecnologia
Brasil&Mundo
Cultura
Curiosidade
Entretenimento
Saúde
Turismo
Religião
Mídia
Ciências

Colunistas

Culturalmente Falando
Antenado
Enfoque
Consciência Cósmica
Gastronomia
Informe Vet
Falando de Cinema
Aniversariantes
Salada Mista
Waldir Guerra

+ Canais

Entrevistas
Charges
Vídeos
Eventos

Expediente

Sobre Nós
Anuncie
Trabalhe Conosco
Termos de Uso