Desde 1968 - Ano 56

19.8 C
Dourados

Desde 1968 - Ano 56

InícioColunistaVotando com grupo de Whatsapp, Dorcelina Folador ou Casa da Acolhida? 21...

Votando com grupo de Whatsapp, Dorcelina Folador ou Casa da Acolhida? 21 vereadores; Irmãos Mendes

- Advertisement -

Mariana Rocha –

Votando com o grupo de WhatsApp: Na última (44ª) e bastante polêmica sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Dourados, dentre os vários assuntos que foram discutidos, algumas pautas importantes e outras nem tanto, está o projeto de Lei 186/2023, de autoria do presidente da casa, vereador Laudir Munaretto(MDB) que trata do uso de telefone celular em estabelecimentos de ensino público da cidade. O que chamou atenção nessa discussão foi a sinceridade do vereador Tio Bubi (PSD) que vê problemas no projeto de lei, pois defende que segmentos de dentro do corpo administrativo da escola precisam usar o celular, então argumentou dizendo que existe um grupo de Whatsapp onde os vereadores de Dourados estão inseridos, onde, em caso de dúvida para exercer a função para qual foram eleitos, consultam seus celulares e seguem a regra, a ordem dada, como afirmou o vereador. “O celular é usado por vereadores que muitas vezes ficam indecisos na votação e então vai votar conforme tal grupo, então se pessoas adultas, para decidir o futuro da cidade (Dourados) votam conforme a regra, a ordem e o celular não poderá ser usado nas escolas?”. O desabafo de Bubi chama a atenção para a condução da atividade legislativa de grande parte dos vereadores de Dourados que se encontram na “base”, podendo inferir que muitos votam conforme manda o grupo político da situação política na segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul. Será que em 2024 algum vereador vai apresentar a proposta de proibição de celulares dentro de sessões ordinárias?

CCPD Dorcelina Folador ou Casa da Acolhida? A jornalista que escreve esta coluna foi procurada durante todo o ano de 2023 como uma das pouquíssimas vozes que tem firmado o compromisso com a realidade de Dourados. Recentemente, uma tomada de decisão da Secretaria de Assistência Social de Dourados foi denunciada por dezenas de servidores e usuários dos aparelhos da SEMAS. Pra quem não sabe, a Casa da Acolhida está em reforma e durante o período da reforma, a genial decisão da administração de Dourados foi colocar os usuários e técnicos todos juntos com os usuários e técnicos do Centro de Convivência da Pessoa com Deficiência Dorcelina Folador, ou seja pessoas em situação de rua estão sendo atendidas juntamente com crianças adolescentes com deficiência. Segundo denúncias feitas a esta coluna, recentemente, uma situação absolutamente constrangedora aconteceu dentro do Dorcelina Folador. Pessoas nuas pelos corredores e até mesmo uma denúncia de que usuários tiveram relações sexuais dentro da unidade. Um município com orçamento vultoso, não deveria colocar uma política pública em detrimento de outra, principalmente o atendimento específico voltado às pessoas com deficiência. Para se ter uma ideia da riqueza de Dourados, a peça orçamentária para 2024, aprovada pelos vereadores da cidade, prevê investimentos de R$ 1,81 bilhão, orçamento 23,5% maior que o de 2023.

21 vereadores em 2025: Pela regra, municípios com população de 160 mil a 300 mil moradores podem ter até 21 vereadores e segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas), Dourados tem 243.367 habitantes. Diante da aprovação do aumento de vereadores para a cidade de Dourados, algumas perguntas e situações do passado pairam no ar: o contrato com o Shopping Avenida Center prevê a construção de mais dois gabinetes dentro das estruturas (completamente adaptadas) que existem hoje? A população conhece os 19 da atual legislatura? A população está satisfeita com a atividade legislativa e com o trabalho dos 19 vereadores desta legislatura? Enfim, o aumento é amparado pela constituição, mas a Câmara de Dourados não vive seu melhor momento, na verdade é difícil falar em “melhor momento”. Dourados viveu três décadas dependendo da atuação da Justiça, que já prendeu prefeito, vice-prefeito, secretários municipais e muitos vereadores. Há mais de 10 anos, por corrupção, a cidade ficou sem prefeito, vice e 9 dos 12 vereadores. Numa retrospectiva rápida, em 2009 o então presidente da Câmara de Vereadores Sidlei Alves (DEM) foi preso. A operação “Uragano” (furacão em italiano), da Polícia Federal, revelou esquema gigantesco de fraudes em licitações, desvio de verbas públicas e pagamento de propina a vereadores.

Irmãos Mendes: Para quem ainda não sabe, a cidade de Dourados tem uma relação muito íntima com a lavagem de dinheiro do tráfico de drogas, mas essa relação, vez ou outra é maquiada através de construções luxuosas e até mesmo de estabelecimentos comerciais de fachada e que muitas vezes, ganham o carinho de uma classe mais abastada na cidade. Recentemente, “os Irmãos Mendes” aqui de Dourados ficaram muito conhecidos por serem donos de uma carga de cocaína apreendida no Rio de Janeiro. Hermógenes Aparecido Mendes Filho, de 49 anos e Ronaldo Mendes Nunes, 40, são uma dupla que tem inúmeros negócios na cidade, empreendimentos que lavam dinheiro do crime organizado, eles. São ligados a Jorge Teófilo Samudio Gonzalez, 51, o “Samura”, líder do Comando Vermelho. Segundo a polícia, os suspeitos tiravam a droga da fronteira do Brasil com o Paraguai, em cidades do Mato Grosso do Sul e levavam para o Rio de Janeiro, transação comandada há anos pelos irmãos Mendes. Foram apreendidos 160 quilos de cocaína que estavam nos pneus de um dos três caminhões apreendidos no dia 8 de dezembro no Rio de Janeiro. Para retirar a droga, a Polícia Federal precisou do apoio do Corpo de Bombeiros e da Marinha do Brasil. Toda a droga foi atribuída aos irmãos douradenses. Foram apreendidos também, em um galpão no Rio de Janeiro, diversas ferramentas e objetos para a desmontagem e remontagem dos pneus, além de colchões com recortes para esconder a droga, fuzis, doláres, relógios de marca, uma avião, caminhões e muito mais. Em Dourados, um dos “empreendimentos” dos Irmãos Mendes é um restaurante muito luxuoso tem como clientes de toda sorte, como secretários municipais, membros da mídia e uma série de pessoas “importantes”. Essas pessoas além de frequentarem o restaurante também foram convidados “VIP” das festas de comemoração dos 3 anos de funcionamento do restaurante. As fotos estão disponíveis na internet.

- Advertisement -

MAIS LIDAS

- Advertisement -
- Advertisement -