José Henrique Marques

Tá dito: Não são os rebeldes que criam os problemas do mundo, são os problemas do mundo que criam os rebeldes. A rebeldia é a vida. A submissão é a morte”. (Ricardo Flores Magón)

José Henrique Marques –               

Sanesul – “Avançamos mais uma etapa. Ontem (26) nos reunimos por videoconferência, com os 68 prefeitos de MS, apresentar a Ambiental MS Pantanal. Primeira PPL da história de MS. Um projeto inovador que vai levar saúde e qualidade de vida a 1,7 milhão de moradores, através da universalização de esgoto”, escreveu em rede social o presidente da Sanesul Walter Carneiro Jr.

Caos na saúde 1 – A maioria dos médicos está perdendo a paciência com a incapacidade do prefeito Alan Guedes para, pelo menos, equacionar os problemas na saúde pública de Dourados. Dizem que o secretário interino não tem a mínima condição para exercer o cargo e “é um segundo Pazuello. Faz o que Allan pede politicamente”. Um deles disse à Folha de Dourados que “o prefeito está usando a saúde para resolver seus problemas de promessas políticas. Usando os cargos para atender pedidos políticos. Tem que pagar o secretário de saúde como ele fez com o tal de Sartório. Tem unidade de saúde que desde de fevereiro está sem médicos”.

Caos na saúde 2 – Desabafo nas redes sociais: “De mal a pior – Nada mais justifica o caos e a ingerência dentro da FUNSAUD, hoje, relatos diversos de funcionários, onde, chegamos ao cúmulo de não ter papel higiênico. Desses relatos, podemos citar a falta de material de toda ordem, cito, esparadrapos, polifix, catéter intravenoso, sonda vesical, sem sabonetes para higienizar pacientes, ultrasson estragado a meses, sem contar a falta de medicações de toda ordem (ex: omeprazol e gluconato). Além desses relatos, os funcionários enfrentam todo o descaso por parte desta administração no sentido de regulizar férias, FGTS e de ausência de ajustes salariais a 6 anos. Infelizmente a nova gestão está deixando a desejar”.

‘Cincão’ – Tudo leva a crer que o presidente da Câmara Laudir Munaretto (MDB) avisou Henrique Sartori que a Folha de Dourados está curiosa com pagamento de polpudas diárias ao secretário de Governo – de R$ 5 mil. O Portal Transparência da Prefeitura apontava no início do mês dois empenhos [printados] nesse valor. Agora, um foi deletado.

Licitação e sujeira, diária de 'cincão', Pazuello de Dourados, Ferroeste e PPL e Waltinho

Cincão 2 – Sobre o pagamento de diárias na Prefeitura de Dourados o site Douranews, do jornalista Clóvis de Oliveira, noticiou: Portal da Transparência ‘esconde’ pagamento de diárias de 2021 na Prefeitura. Leia aqui!

Corporativismo – O jornalista Marcos Santos escreveu que o presidente da Câmara Municipal de Dourados, Laudir Munaretto (MDB) articulou “operação abafa” para impedir a instalação de eventual processo por quebra de decoro parlamentar do vereador Diogo Castilho (DEM). O parlamentar é acusado de ter violado o toque de recolher para se reunir com amigos em um restaurante de Dourados. Qualquer semelhança com Geraldo Brindeiro, o “engavetador-geral da União” nos tempos do presidente Fernando Henrique Cardoso não é mera coincidência.

Enigma – Escreveu o jornalista Valfrido Silva, em seu blog Contraponto MS: “De olho – Como passarinho na muda não canta, o barulho que vem por aí envolve outro tipo de voadores, os borrachudos, que, ainda bem, não são os da dengue! Isto mesmo, uma ‘checaiada’ sem fundos ‘depositados’ na agiotagem ‘amiga’ em tempos não muito longínquos, mas de muito apuro, de alguns agora plantonistas do poder. Haja empenho para a quitação, já que seria fatídica a divulgação! Não é à toa que já começou a jorrar verba para ilustres desconhecidos da grande audiência”.

Charada – Valendo-se de decreto emergencial de combate à pandemia do novo coronavírus de sua antecessora, o prefeito Alan Guedes (PP) dispensou licitação e contratou empresa paulista para a limpeza pública de Dourados, pela bagatela de R$ 23,9 milhões. É discutível, embora legal, dizem.

Charada 2 – Mas desperta curiosidade três questões: 1) O edital exigia a contratação de 100 trabalhadores, mas a empresa vencedora protocolou documento no processo licitatório prevendo apenas 70, o que caberia desclassificação. 2) O Ministério Público foi provocado por empresa prejudicada, mas pelo menos até agora, em vão. 3) Passados quatro meses, a Prefeitura ainda não abriu a concorrência pública, se tivesse feito em janeiro a licitação definitiva estaria quase ou já concluída.

Charada 3 – O Tribunal de Contas do Estado chegou a suspender a licitação emergencial, mas em decisão monocrática de um dos desembargadores a liminar foi derrubada. O pleno do TCE ainda julgará o mérito e Dourados poderá continuar suja e o prefeito acusado de improbidade administrativa.  

Licitação e sujeira, diária de 'cincão', Pazuello de Dourados, Ferroeste e PPL e Waltinho
Equipamentos da empresa vencedora para a limpeza urbana no pátio da Grande FM

Prosaico – Os “marqueteiros” da Prefeitura de Dourados vêm abusando das expressões “força-tarefa” (CPI da Covid-19, limpeza pública), decerto inspirados na combalida “República de Curitiba” que produziu até um “juiz ladrão”, como definiu o deputado federal Glauber Braga (Psol/RJ) em referência a Sergio Moro. E toda semana Dourados tem o “Dia D” de vacinação contra a covid-19. É muita falta de criatividade.   

Espaços – Por falar em CPI, muitos vereadores aguardam impacientes o afastamento de concursados em cargos de confiança da Prefeitura de Dourados para indicar seus apaniguados. Trato é trato, né?

Animal – Louvável o gestão da senadora Soraya Thronicke (PSL/MS) de destinar R$ 500 mil em emenda ao Orçamento Geral da União deste ano para a Associação Protetora dos Animais Refúgio dos Bichos e para o CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), de Dourados, que receberá R$ 250 mil para investir em ações de castração de cães e gatos domésticos abandonados e de pessoas sem condições financeiras para custear o procedimento particular, e também para os demais cuidados. Já a Prefeitura vai utilizar outros R$ 250 mil para reformar a atual sede do CCZ localizada no Jardim Guaicurus.

Licitação e sujeira, diária de 'cincão', Pazuello de Dourados, Ferroeste e PPL e Waltinho

Vacilo – Release distribuído ontem (27) mostra o prefeito Alan Guedes todo pimpão ao lado do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, pedindo a instalação de um terminal de logística e infraestrutura intermodal no município, tendo em vista à prometida chegada de ferrovia em Dourados. Só que, ao contrário da Câmara, a Prefeitura desdenhou da visita de diretores da Ferroeste em Dourados no final de março. A Folha de Dourados noticiou.

Licitação e sujeira, diária de 'cincão', Pazuello de Dourados, Ferroeste e PPL e Waltinho
Tarcísio Gomes de Freitas e Alan Guedes

Comentários do Facebook