O Programa UEMS ACOLHE está com inscrições abertas até o dia 10 de março, para o novo curso on-line voltado a imigrantes e refugiados, que irá abordar o tema “Leitura e Produção de Textos em Situação de Imersão”.

A escolha desse tema tem por objetivo possibilitar a esses migrantes internacionais a participação mais ativa na recepção e produção de conhecimentos e conteúdos informacionais, a partir da leitura, compreensão e produção de textos que permitam o trânsito consciente e a participação crítica em contextos comunicativos variados.

“A leitura, a compreensão e a produção de textos são importantes habilidades para a participação dos sujeitos nas práticas sociais, ainda mais na perspectiva de um migrante internacional. Estudar os diferentes gêneros textuais e discursivos que circulam em contextos comunicativos variados no Brasil é a proposta do novo curso do Programa UEMS ACOLHE”, ressalta o Coordenador do Programa, João Fábio Sanches Silva.

As inscrições são totalmente gratuitas e estarão abertas até a próxima quarta-feira, 10 de março.  As vagas são limitadas e as inscrições devem ser feitas exclusivamente pelo link: https://forms.gle/JCVAmJEWmNBQDNMH8.

O curso será ministrado de 15 de março a 18 de abril, e a carga horária total do curso é de 40h. Para participar é necessário possuir celular ou computador que tenha acesso à internet, e com recursos de áudio e vídeo. Outro requisito é saber manusear o leitor de arquivos PDF e Power Point.

Programa UEMS ACOLHE

O Programa UEMS ACOLHE – Acolhimento Linguístico, Humanitário e Educacional a Migrantes Internacionais – é o resultado de uma série de ações de extensão desenvolvidas no âmbito da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) com a finalidade de atendimento diferenciado em diversas áreas do conhecimento à comunidade migrante internacional no nosso Estado.

A concepção deste Programa está em conformidade com a Política de Extensão Universitária da UEMS e reforça o compromisso contínuo da UEMS em retornar à sociedade os conhecimentos produzidos internamente, sendo o mesmo concebido por professores doutores da instituição, com larga experiência acadêmica e profissional na área de migrações e ensino e aprendizagem de línguas.

Comentários do Facebook