Vereador quer avançar nos trabalhos e defender os direitos do povo de Mato Grosso do Sul em Brasília

O vereador em Dourados, Elias Ishy, exerce o sexto mandato e com essa vivência se colocou como pré-candidato a Deputado Federal por Mato Grosso do Sul. Ele anunciou sua pré-candidatura relembrando o trabalho que já desenvolveu no município e afirma que pode ir além. “Para realizar o sonho de um país melhor precisa de muita luta e é possível, se caminharmos juntos”, enfatiza. 

A trajetória do parlamentar foi construída a partir da participação orgânica na igreja, nos movimentos sociais e sindicais, como nas Comunidades Eclesiais de Base (CEBs), no Sindicato dos Bancários e no Partido dos Trabalhadores. Uma das principais marcas como legislador foi a luta pela proibição das queimadas em canaviais, com grande atuação pela saúde, meio ambiente, bem como também em defesa da educação e igualdade de condições para todos e todas.

Ishy explica que quer avançar nos trabalhos e continuar a defesa do povo em Brasília, ainda mais diante da atual situação econômica e social do país. “Quero defender e efetivar os direitos do brasileiro, do sul-mato-grossense, assegurados na nossa Constituição Federal: a educação, a saúde, a alimentação, o trabalho, a moradia, o transporte, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância e a assistência aos desamparados”, diz. 

Ele recorda que durante os governos Lula/Dilma quarenta milhões de pessoas saíram da pobreza e que hoje o Brasil vive um dos piores momentos da história. “Um país que – tanto – produz hoje tem mais de 33 milhões de brasileiros passando fome todo dia”, destaca ele. Segundo Ishy, este cenário é reflexo da política adotada pelo atual Governo Federal e agravada ainda mais pela pandemia. 

“No passado, éramos referência no combate, hoje voltamos, vergonhosamente, para o mapa mundial da fome, enfrentamos desemprego, violência, aumento nos preços dos alimentos, sucateamento da saúde e educação, a destruição das nossas riquezas ambientais e culturais. O resultado disso afeta muito mais diretamente as mulheres, a população LGBTQIA+, as comunidades tradicionais, os povos indígenas e afrodescendentes”, explica. De acordo com ele, a pauta do desenvolvimento econômico com sustentabilidade social, ambiental e cultural e o fortalecimento das políticas públicas foram e são bandeiras de atuação do parlamentar.

Ishy entende ainda que, para dar um novo rumo ao Brasil, não basta só eleger a majoritária, que é “Lula Presidente”, mas também é preciso trabalhar para que deputados e senadores sejam eleitos, comprometidos para apoiá-lo na Câmara e no Senado Federal e ajudá-lo a governar o país. “Estou a serviço deste projeto. Repito que é possível. Vamos juntos!”, finaliza.

Comentários do Facebook