Adolescente de 16 anos apreendido na manhã de sexta-feira passada (11/9) por policiais civis do SIG (Setor de Investigações Gerais), em Dourados, foi colocado em liberdade pela Justiça, conforme decisão divulgada pelo advogado de defesa, Rubens Saldivar. 

Ele é suspeito de operar drone para arremessar entorpecentes ao interior da PED (Penitenciária Estadual). 

A Justiça considerou o fato do menor não possuir antecedentes criminais e ausência de ocorrência de violência ou grave ameaça para mantê-lo como interno da Unei (Unidade Educacional de Internação) Masculina Laranja Doce. 

Na decisão, o jovem deve ser entregue pela direção da Unidade aos pais ou responsável. 

Operação

No dia da prisão do adolescente, o SIG realizou operação contra o tráfico de entorpecentes em Dourados e chegou a ele após investigações sobre o crime. 

Durante o flagrante, os policiais encontraram o drone usado por ele preparado com alças para lançar drogas no presídio. 

Comentários do Facebook