Por Mariana Rocha –

As senadoras Simone Tebet (MDB) e Soraya Thronicke (União Brasil) assinaram o requerimento para criar a CPI que deverá apurar os escândalos da operação “Acesso Pago”, que prendeu o ex-ministro na quarta-feira, (22), sob alegação de prática de tráfico de influência e corrupção na liberação de verbas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão ligado ao Ministério da Educação.

O terceiro representante dos sul-mato-grossenses no Senado, senador Nelsinho Trad, não assinou o pedido de requerimento, ignorando o escândalo na educação, no entanto, ainda na tarde de 23/06, o último signatário do requerimento é o senador Giordano (MDB-SP) garantindo então a abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito.

O Senado é o único espaço de representação política de Mato Grosso do Sul onde mulheres são maioria em relação aos homens.

Senadoras Soraya Thronicke e Simone Tebet apoiam CPI do MEC; Nelsinho Trad não assinou
Senadoras Soraya Thronicke e Simone Tebet apoiam CPI do MEC; Nelsinho Trad não assinou
Senadoras Soraya Thronicke e Simone Tebet apoiam CPI do MEC; Nelsinho Trad não assinou
Comentários do Facebook