Por Selma Barsant –

Meu jardim é assim

Tem todo tipo de flores

Flores boas e ruins

Parece que são flores, mas são matinho

Tão bonitinho

Dizem que não são flores

Mas nascem flores, como assim?

Esse é meu jardim

Tem flor chic

Chic comum e chic rara

Tem flor comum

Flores raras…

Meu jardim mora cada um no seu próprio vasinho

Mas tudo ao ladinho

Assim ninguém fica sozinho

No meu jardim

Uma flor sorri para a outra

E dizem alegres

O que adianta eu ser garbosa?

Se sua flor é mais formosa?

O que adianta eu querer aparecer?

Se tua folhagem é mais glamorosa?

Aí respondo para o meu jardim

Sua folhagem também é bonita sim

Sua flor é pequena porém

Mui perfumada

E as cores se misturam alegres

Pois todas têm uma beleza peculiar

A ciumenta roseira

Quis menosprezar a margarida

E foi dizendo toda metida

Sou rosa perfumada e você

Florzinha qualquer

Veio um temporal,

A rosa ficou em despedaçadas pétalas

E as margaridas se multiplicaram

Com a chuva a semente brotou

E encheu se o jardim de flor

A rosa se levantou

E abatida reconheceu

Mais são as margaridas no campo

Do que rosas sem vida

Então o sol apareceu

E um botãozinho nasceu

Era a rosa que querida

Também reviveu!

LINDO DEUS

Selma Barsant: 'Jardim de Deus'
Selma Barsant
Comentários do Facebook