Marçal Filho pode estar de malas prontas para o União Brasil a convite de Rose Modesto - Foto: arquivo

Pré-candidata ao governo do Estado, deputada federal que vai deixar o PSDB na janela de transferência partidária, tem percorrido o interior de Mato Grosso do Sul para construir chapas com forte potencial para a Assembleia Legislativa e Câmara Federal nas eleições de outubro

José Henrique Marques –

A deputada federal Rose Modesto, pré-candidata ao governo de Mato Grosso do Sul, está percorrendo o interior de Mato Grosso do Sul para construir chapas com forte potencial para eleger uma bancada na Assembleia Legislativa e pelo menos dois deputados para a bancada federal.

Na passagem por Dourados, Rose Modesto procurou o deputado estadual Marçal Filho (PSDB) e oficializou o convite para que o parlamentar seguisse com ela para o União Brasil, legenda que nasceu com a fusão do DEM com o PSL e que terá um dos maiores volumes de Fundo Eleitoral para a disputa deste ano em todo o Brasil.

Ainda filiada ao PSDB, Rose Modesto teria apresentado ao deputado estadual Marçal Filho as vantagens de composição de chapa no União Brasil, legenda que já reúne nomes de respeitável densidade eleitoral e que pode eleger uma bancada considerável para a Assembleia Legislativa. O convite ao deputado Marçal Filho chega num momento em que o PSDB vive a expectativa de um inchaço de candidatos com mandato, como é o caso dos deputados José Carlos Barbosinha e Zé Teixeira, ambos do DEM mas que deixarão a legenda após a fusão com o PSL.

Procurado pela Folha de Dourados o deputado Marçal Filho afirmou que ainda é precoce falar sobre seu futuro político, mas confirmou que recebeu o convite de Rose Modesto para se filiar ao União Brasil. A reportagem apurou, no entanto, que as tratativas já estariam bem adiantadas e que o assunto teria sido tema de uma reunião que Marçal Filho teve com o governador Reinaldo Azambuja na última segunda-feira. O deputado nega que essa tenha sido a pauta.

A saída de Rose Modesto do PSDB, depois de 15 anos no ninho tucano, já era esperada pela cúpula tucana. Com a pré-candidatura da deputada federal, agora, já somam cinco o número interessados no cargo do governador Reinaldo Azambuja, do PSDB, cujo mandato expira no dia 31 de dezembro. Em entrevista no início da semana, Reinaldo afirmou que não pretende renunciar ao mandato para disputar um novo cargo e que ficará no Parque dos Poderes até o dia 31, quando completa 8 anos de governo.

Além de Rose Modesto também anunciaram a pré-candidatura o secretário estadual de Infraestrutura Eduardo Riedel (PSDB), os ex-governadores José Orcírio Miranda, o Zeca (PT), André Puccinelli (MDB) e o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD). Contudo, poucos acreditam que o prefeito da Capital irá renunciar ao mandato para ingressar na aventura de disputar o governo do Estado tendo três nomes de peso com grande potencial de votos em Campo Grande, o que iria fragilizar seu projeto já que no interior Marquinhos não tem densidade eleitoral.

Comentários do Facebook