A Rede Brasil de Jornalistas Agro, associação estruturada para reunir os profissionais que atuam no agronegócio brasileiro, foi apresentada oficialmente durante encontro realizado na Sala de Imprensa da Agrishow 2022 (Ribeirão Preto, SP), no último dia 27 de abril. Representando a entidade, cinco dos 11 diretores fundadores, detalharam os objetivos da rede e como sua construção ocorreu.

 “A ideia da Rede surgiu em 2013, com o convite para que a jornalista Viviane Taguchi participasse do congresso mundial da IFAJ (International Federation of Agricultural Journalists), na Argentina, quando vimos a necessidade de se criar uma entidade para congregar os jornalistas brasileiros de agronegócio”, explicou a presidente da Rede Agrojor, Vera Ondei.

Desde então, houve reuniões e aproximações pontuais desses profissionais e em 2020 foi criado um grupo de trabalho que deu origem à formalização da Rede, registrada oficialmente em 7 de abril de 2022, no Dia do Jornalista.

 “Uma importante conquista, já realizada pela Rede, foi o aceite como integrante da IFAJ, que dará representatividade internacional para a entidade e sua importância no contexto do jornalismo agro brasileiro e mundial”, pontuou o diretor de comunicação internacional da Rede Agrojor, Daniel Azevedo Duarte.

Estatuto

A Rede Agrojor tem um estatuto onde constam os preceitos básicos e os valores da instituição. Entre os objetivos citados estão a defesa da liberdade de expressão; a discussão e sugestão de soluções para problemas que afetam o dia a dia do jornalista, que atuam no segmento do agronegócio; promoção de contatos, visando a troca de experiência e informações em âmbito nacional e internacional.

Também fazem parte desse conjunto a promoção e o estímulo ao conhecimento, treinamento e atualização de seus membros de forma colaborativa; organização de eventos nacionais e internacionais e representatividade em eventos do agro; e produção de conteúdo relacionado às áreas de interesse e às atividades da entidade.

Durante o lançamento foi entregue uma carta aberta aos presentes, assinada pela diretoria, com informações sobre a Rede e os primeiros passos para a adesão dos jornalistas de agro.

“É importante termos a participação de todos os colegas que atuam no agro, sejam de redação, assessoria de imprensa, comunicação corporativa ou atuante nas mídias sociais”, enfatizou a secretária da Rede, Mariele Previdi.

Pluralidade

Enio Campoi, suplente da diretoria de comunicação nacional, salientou a pluralidade que a rede pretende ter e como seus próximos passos devem contar com a participação democrática de todos os membros.

A diretora de comunicação nacional da Rede, Flávia Romanelli, explicou a forma como a entidade  foi criada, detalhou os passos  legais para a sua constituição e sinalizou como deve ser seu funcionamento. “O site  www.redeagrojor.com.br  está em fase final de construção. Em breve iniciaremos o processo de adesão dos associados e iniciaremos uma agenda de atividades.”

Os jornalistas interessados em integrar a rede, podem manifestar seu interesse através de formulário com acesso pelo link: https://forms.gle/c9znQRtZw1HdyPp39

Diretoria fundadora:

Presidente: Vera Ondei (São Paulo, SP)

Vice-presidente nacional:  Ariosto Mesquita (Campo Grande, MS)

Vice-presidente internacional: Joana Colussi (Porto Alegre, RS)

Secretária: Mariele Previdi (Itu, SP)

Suplente de secretário: Luiz Henrique Pitombo (São Paulo, SP)

Diretora de comunicação nacional: Flávia Romanelli (Piracicaba, SP)

Suplente de diretor de comunicação nacional: Enio Campoi (São Paulo, SP)

Diretor de Comunicação Internacional: Daniel Azevedo Duarte (Campinas, SP)

Membros do Conselho Fiscal: Lúcia Achutti (Porto Alegre, RS), Viviane Taguchi (São Paulo, SP) e Flávia Tonin (Sorocaba, SP)

Comentários do Facebook