Radialista da Rádio Futura, emissora de Pedro Juan Caballero, na divisa de Mato Grosso do Sul com o Paraguai, através de Ponta Porã, recebeu ontem (02) panfleto com a foto de um homem que estaria na mira de um grupo paramilitar conhecido como “justiceiros da fronteira”.

O papel com a ameaça foi jogado em frente da emissora por um homem que estava na cabine de uma caminhonete e entregue ao radialista Rubén Valdez.

O papel estampado com o rosto do rapaz apontado como a próxima vítima do grupo, tinha a seguinte mensagem assinada com as iniciais de “J” da “F”: “Este roba (sic) celular, daqui a pouco não vai mais roba (sic)”.

Comentários do Facebook