Prefeitura de Dourados, através da Redecoor (Rede de Coordenadorias), inicia nesta quinta-feira (25) a campanha dos 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher. A campanha teve início nesta data para celebrar o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres e tem término previsto para o 10 de dezembro, Dia dos Direitos Humanos.

De acordo com a Coordenadora de Políticas Públicas para Mulheres, Mariana Rocha, é importante falar sobre a violência contra a mulher já que o Brasil é o 5º na lista de países com mais crimes de gênero.

A pesquisa sobre vitimização de mulheres no Brasil, produzida pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, aponta que, em 2019, o lugar mais inseguro para as mulheres era a própria casa, dado reforçado pela ONU Mulheres.

A violência doméstica figurava como a que mais afetava as mulheres do Brasil: 42% das mulheres relataram ter sofrido violência dentro de casa, 29% na rua e 8% no trabalho. Outro dado importante é que 52% das mulheres que sofreram violência não fizeram nada depois de sofrê-la.

“Os casos parecem não diminuir, mas o aumento de denúncias é notório. Isso significa que mais mulheres estão tomando coragem para quebrar o ciclo da violência, o que só é possível a partir do reforço das leis que resguardam seus direitos, o trabalho das políticas públicas, portanto é peça fundamental nesse processo de consciência e libertação” afirmou Mariana.

Comentários do Facebook