Conhecido entre os sul-mato-grossenses após ser pivô de um dos maiores escândalos da história política de Mato Grosso do Sul, o jornalista Eleandro Passaia vai assumir o comando “nacional” do Balanço Geral no lugar do apresentador Geraldo Luis. O programa recebe o nome de “Balanço Geral SP”, mas é o principal produto da Record nacional. Segundo as informações a Record definiu mudanças na sua grade da manhã.

Em seu perfil no Instagram, Passaia anunciou que estava saindo da Rede Massa do apresentador Ratinho mas não falou para onde estava indo. “Tchau Curitiba! O ciclo se fechou. Quando as luzes deste estúdio brilharem de novo não estarei mais por aqui. Me despeço do Grupo Massa depois de 8 anos, 6 meses e 7 dias intensos e felizes. Obrigado Ratinho, Mauro e todos os meus amigos de trabalho por me ensinarem tanto. Parto para um novo desafio, distante daqui. Meu  estará sempre por perto.”

Ex-secretário de Governo e Comunicação da Prefeitura de Dourados, o jornalista Eleandro Passaia foi o delator do esquema operado no município na gestão do então prefeito Ary Artuzi. O esquema foi desmontado pela Polícia Federal na Operação Uragano em 2010 e envolveu grandes figurões da política estadual. Na época PF prendeu o prefeito, o seu vice, o presidente da Câmara Municipal e oito dos 12 vereadores da cidade. O grupo foi acusado de fraudes em licitações públicas e pagamento de propina, corrupção ativa e formação de quadrilha. O esquema envolvia ainda nove servidores públicos sendo cinco secretários municipais e outras sete pessoas, incluindo a primeira-dama. Artuzi morreu em agosto de 2013.

Pivô da Uragano em 2010, jornalista assume comando do Balanço Geral no lugar de Geraldo Luis

(aonca.com.br)

Comentários do Facebook