Foi assassinado a tiros no Paraguai, o membro da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) Márcio Anderson Anesi de 37 anos. Ele foi morto na frente da esposa e enteada. O crime aconteceu na quinta-feira (19), mas só divulgado neste sábado (210.

Márcio havia deixado recentemente a prisão no Brasil e estava há três meses morando em Tuparenda, no Paraguai junto da esposa, enteada e sogra. Eles estavam morando em uma propriedade a dois quilômetros da área urbana. O pistoleiro invadiu a casa e fez três disparos contra o membro do PCC.

A esposa de Márcio ficou ferida de raspão no braço, já a criança não teve ferimentos. Autoridades paraguaias também levantaram a hipótese de que a vítima podia ter ligações com o CV (Comando Vermelho), segundo o site ABC Color.

Segundo vizinhos, havia uma desconfiança de Márcio já que ele não trabalhava e levava uma vida confortável, mas com medo vizinhos nunca denunciaram.

Comentários do Facebook