Divulgação

A XI Turma do curso de Artes Cênicas da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) apresenta a comédia “Viúva, porém honesta”, de Nelson Rodrigues, no Núcleo de Artes Cênicas, localizado na Unidade 2 (Cidade Universitária) da universidade. O espetáculo, que será encenado entre os dias 22 e 25 de junho, é resultado de um ano de pesquisa nas disciplinas de Encenação I e II da graduação. A entrada será gratuita e aberta a toda a comunidade douradense.

A história gira em torno da família Albuquerque Guimarães e sua mania por especialistas. JB de Albuquerque Guimarães é o diretor do jornal A Marreta e, apesar de nomear ministro pelo telefone, não consegue lidar com a viuvez de sua única filha, Ivonete, que depois da morte do marido resolve virar uma mulher “honesta” e manter-se fiel à memória do morto. Preocupado, o pai da jovem convoca conceituados especialistas para solucionar o problema.

O texto, apesar de ter sido escrito em 1957, permanece atual e retrata, de forma cômica, a hipocrisia da sociedade ao discutir questões como a família, a imprensa, a política, a arte e as falsas moralidades por trás dessas instituições. Nelson Rodrigues classifica seu texto como uma farsa irresponsável e apresenta personagens tão corruptos quanto carismáticos, que continuamente fingem ser o que não são. A partir de situações absurdas que fazem rir, a peça exibe e critica as fraquezas do ser humano e sua tendência a corromper ou a se deixar corromper.

O curso de Artes Cênicas da UFGD – Bacharelado e Licenciatura foi criado no ano de 2009 e propõe a formação de artistas, arte-educadores e pesquisadores na área. Desde sua implementação, além de formar bacharéis e licenciados em Artes Cênicas, todos os anos, a graduação oferece à comunidade de Dourados espetáculos teatrais gratuitos e abertos ao público. Esses espetáculos, em geral, são frutos de disciplinas, de projetos de pesquisa, de projetos de extensão e de trabalhos de conclusão de curso.

SINOPSE 

A peça traz a história da jovem Ivonete, filha do dr. JB de Albuquerque Guimarães, diretor de um dos jornais mais influentes do país: A Marreta. Ivonete, ao ficar viúva de Dorothy Dalton, o crítico de teatro do jornal do seu pai, recusa-se a sentar e fecha-se em um terrível luto em memória de seu falecido marido. Preocupado com o estado da filha, o pai convoca uma comissão de “especialistas” em sexo (todos charlatões) a fim de resolver o caso: Dr. Lupicínio (o psicanalista); Madame Cricri (a ex-cocote) e Dr. Sanatório (o otorrino). Somando-se, inesperadamente, a essas três personalidades, surge o Diabo da Fonseca que vindo das profundezas do inferno irá seduzir, perverter e criticar uma sociedade e suas hipocrisias no âmbito familiar, do trabalho, da arte, do amor e do sexo.

SERVIÇO

O quê: Espetáculo Teatral Viúva, porém honesta.
Onde: Núcleo de Artes Cênicas – UFGD – Unidade 2
Quando: de 22 a 25 de junho, às 20h
Quanto: gratuito
Contato: Flávia Janiaski: 99248-9606 – [email protected] / Caroline Alves: 99930-3182
Classificação etária: 12 anos
Realização: XI Turma do curso de Artes Cênicas
Patrocínio: Macopel Marmoraria LTDA. e COMIG Materiais de Construção

Comentários do Facebook