Bastidores

David e Ayache, prazo eleitoral, entranhas, casa grande, JBS e buraqueira

09/06/2020 11h19 - Por: Folha de Dourados

 
Ricardo AyacheRicardo Ayache

Clique aqui e curta nossa página no Facebook

José Henrique Marques

Candidato - O projeto do PSB para lançar candidatura própria à sucessão da prefeita Délia Razuk parece ser mesmo para valer. Ontem (08), na Câmara, o presidente municipal do partido, vereador Maurício Lemes, lançou o nome do médico oncologista David Infante Vieira. A pré-candidatura será encorpada em breve com a vinda a Dourados do presidente regional da legenda, o médico e presidente da Cassems Ricardo Ayache, que oficializará o nome de David Vieira.

Eleições – Diz o adágio popular que quem avisa amigo é. No dia 30 de junho é o último dia para o envio da prestação de contas do partido relativo ao exercício de 2019 (Lei nº 9.096/1995, art. 32). Perder prazos pode significar o aborto de muitas candidaturas.

Entranhas – Nota da semana passada nesta coluna acerca da competitividade da chapa de vereadores do Solidariedade gerou curiosidade sobre os nomes. Eis, alguns: os ex-vereadores Cemar Arnal, Dirceu Longhi e Nelson Sudário; o suplente da atual legislatura e ex-secretário municipal, Marcão da Sepriva; o sindicalista Pedro Lima; e a ativista da causa dos animais, Gisele Pizzini. Aparentemente o SD não pretende lançar candidato à Prefeitura e pode apoiar Barbosinha, do DEM.

Articulação – A prefeita Délia Razuk (PTB) estabilizou um dos gargalos de sua administração: os buracos nas ruas e avenidas. O problema foi superado na zona central e em muito bairros da cidade. O serviço de tapa-buracos segue a todo vapor. E na conta da prefeita, há ainda o bônus das avenidas recapeadas por ela (a Cuiabá, por exemplo) e pelo Governo do Estado. Queiram ou não os adversários, o ótimo relacionamento entre ela e Reinaldo Azambuja (PSDB) viabilizou os recapes e outras obras importantes como o Hospital Regional que está sendo construído na saída para Ponta Porã.

Papai – Ainda que pese em passar por cima de um clausula pétrea da Constituição e isso sirva de argumento, a verdade é que adiar as eleições municipais deste ano para 2022 sepulta um projeto pessoal do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. É que seu pai, Cesar Maia, é candidatíssimo à Prefeitura do Rio de Janeiro, pelo DEM. Então, as eleições serão esse ano, provavelmente na segunda quinzena de novembro ou começo de dezembro, e ponto final.

Esquerda– Em Encontro Municipal realizado através de videoconferência, o PT referendou no sábado (06) o nome do professor João Carlos como pré-candidato a prefeito de Dourados. O partido trabalha a elaboração do plano de governo e já tem praticamente fechada sua chapa de vereadores.

Casa Grande– É impressionante como as raízes do preconceito estão impregnadas no seio da sociedade douradense. É visível a má vontade com os indígenas como se fossem eles os culpados pela epidemia da covid-19 que se alastra pelo município, e não a JBS - a poderosa multinacional envolvida com escândalos de corrupção, e que em Dourados e região é a grande responsável pelos casos do novo coronavírus. Os neofascistas, então, defendem até a eliminação física dessa gente sofrida, humilhada e espoliada.

 

Envie seu Comentário