Barretos - MEMÓRIA

Morre em Barretos radialista que criou o Diploma Orestes de Ávila

Na década de 70, Orestes de Ávila veio para Dourados onde adquiriu terras na região

23/02/2019 08h08 - Por: Folha de Dourados

 

Clique aqui e curta nossa página no Facebook

A coluna "Mortes", obituário publicado diariamente na Folha de S.Paulo, noticiou na edição de quarta-feira, 22 de fevereiro, a morte do radialista Cacildo Ribeiro dos Reis Junior, ocorrida em 18 em Barretos-SP, aos 58 anos, vítima de câncer. Conhecido como o radialista que defendia a preservação das raízes sertanejas, Cacildo criou o Diploma Orestes de Ávila, que segundo o jornal paulistano "homenageia o icônico locutor de rodeios que atuou nas três primeiras décadas na tradicional Festa do Peão de Barretos". Na década de 70, Orestes de Ávila veio para Dourados onde adquiriu terras na região. Já falecido, ele foi uma pessoa muito bem quista na cidade com intensa participação na vida social e econômica de Dourados. Fez história lá e aqui.

 
 
Cacildo Ribeiro dos Reis Junior (1961-2019)Cacildo Ribeiro dos Reis Junior (1961-2019)
 

Envie seu Comentário