325 ÁRVORES CAÍRAM

Chuva forte causa estragos e deixa SP em estado de atenção

O estado de atenção na capital começou por volta de 05h48 na zona Sul e zona Oeste. Em seguida, as zonas Norte, Leste, Sudeste, Centro e Marginal Tietê também ficaram em alerta, por volta de 06h05.

26/02/2019 08h32 - Por: Folha de Dourados

Clique aqui e curta nossa página no Facebook

A forte chuva que caiu em São Paulo entre a noite de segunda-feira (25) e a manhã desta terça-feira (26) causou transtornos na vida do paulistano. O Corpo de Bombeiros contabiliza, desde as 18h de segunda-feira (25), 25 desabamentos e desmoronamentos. Foram registrados cinco pontos de enchentes e queda de 325 árvores.

O estado de atenção na capital começou por volta de 05h48 na zona Sul e zona Oeste. Em seguida, as zonas Norte, Leste, Sudeste, Centro e Marginal Tietê também ficaram em alerta, por volta de 06h05.

A área de instabilidade veio da região de Sorocaba provocando pancadas de chuva de forte intensidade. A previsão, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergência (CGE), é que as chuvas se espalhem para o restante da capital paulista ao longo do dia.

Por conta da chuva, a Linha 7-Rubi da CPTM, que liga a estação Barra Funda à Jundiaí, operava com a velocidade reduzida e maior tempo de parada.

O Aeroporto Internacional de Guarulhos chegou a ficar fechado durante a noite de segunda-feira (25). Às 07h30 desta terça-feira (26), 37 voos tinham sido cancelados.

O maior ponto de concentração de chuvas na capital de São Paulo foi o Butantã, zona Oeste, com 57 milímetros. Atrás ficaram Parelheiros, com 54 milímetros, Francisco Morato com 51 milímetros, Santo André e Mauá, com 46 milímetros cada.

Escola alaga em Itaquera

Na noite de segunda-feira (25), a Escola Estadual Salim Farah Maluf, em Itaquera, ficou alagada por conta da chuva forte. Vídeos gravados pelos próprios alunos mostra os corredores da unidade cheios de água.

(RedeTV)

 

Envie seu Comentário