em primeira audiência

Segurança que atirou em adolescente após festa será ouvido

Segurança que atirou em adolescente após festa será ouvido em primeira audiência do caso

13/02/2019 07h06 - Por: Folha de Dourados

 

Clique aqui e curta nossa página no Facebook

Um ano e oito meses após assassinato do adolescente Luiz da Silva Souza Júnior, 17 anos, acontece nesta quarta-feira (13), a primeira audiência do caso. Ele foi baleado no pescoço após uma briga que teria começado no Chácara da República, que fica na Rua da Divisão, no Jardim Monte Alegre, em Campo Grande. O tiro teria sido disparado pelo segurança que prestava serviços no local.

Conforme informações de um familiar da vítima, foram arroladas quatro testemunhas, sendo duas de defesa e duas de acusação, além do réu que deverá ser ouvido. A audiência está marcada para começar às 14h.

Na época, após a confusão, a Polícia Civil foi acionada e no local obteve informações de que o primeiro disparo ocorreu durante uma confusão no local. Na tentativa de espalhar a multidão, o segurança teria atirado para o alto, mas a ação provocou mais tumulto no local.

Uma testemunha de 17 anos disse à polícia que os participantes da festividade passaram a correr em direção à saída, momento em que o segurança, que seria policial, fez o segundo disparo, desta vez em direção ao público.

Luiz Júnior foi atingido no pescoço e morreu na esquina das ruas da Divisão com Eva Peron. O projétil foi localizado embaixo do corpo. Ainda conforme a testemunha, o segurança teria fugido em um veículo Golf ou Fox.

Júnior era o caçula de três irmãos e não portava documentos no momento do fato, o reconhecimento foi feito pela irmã.

 

Envie seu Comentário