ALMS

Proposta que permite levar animais para visitar pacientes gera polêmica

O projeto do deputado Lídio Lopes (Patri) que permite levar animais de estimação, para visitar pacientes em hospitais, dividiu os parlamentares na Assembleia. O autor explica que além de ter várias regras, o hospital precisa autorizar e ter local específico para isto. Apesar disto a matéria teve várias críticas.

23/04/2019 13h47 - Por: Folha de Dourados

Clique aqui e curta nossa página no Facebook

O projeto do deputado Lídio Lopes (Patri) que permite levar animais de estimação, para visitar pacientes em hospitais, dividiu os parlamentares na Assembleia. O autor explica que além de ter várias regras, o hospital precisa autorizar e ter local específico para isto. Apesar disto a matéria teve várias críticas.

A proposta até foi aprovada em primeira votação, por 11 votos a 6, no entanto os parlamentares disseram que querem um "debate maior", quando acontecer a avaliação em definitivo. Um dos argumentos é que as unidades de saúde não estão preparadas para receber animais domésticos.

"Não tem lugar nem para pacientes, imagina para animais domésticos, além disto, tem a questão que pode gerar doença, como leishmaniose. O assunto precisa ser melhor discutido", disse Pedro Kemp (PT), que votou contra.

Mesma posição de João Henrique Catan (PR). "Me preocupa os hospitais que estão com dificuldades para atender as pessoas, não teria estrutura para receber estes animais, também poderiam gerar riscos aos pacientes". Herculano Borges (SD) adiantou que quer um debate maior para segunda votação.

Defesa – Lídio explicou que a visita do animal pode ajudar na recuperação do paciente e que haverá uma série de regras a serem cumpridas, como a autorização do hospital, que iria definir o dia, horário e tempo disponível e até local (visita).

O animal de estimação teria que ir em um transporte adequado, em caixas específicas, tendo ainda um "laudo veterinário" sobre suas boas condições. O deputado Marçal Filho (PSDB) também apresentou emenda, que a visita seria apenas para pacientes em apartamentos particulares, para não incomodar outros, ou em locais separados.

"O projeto também não obriga as unidades (saúde) a receber os animais, se trata apenas de uma permissão, ficando a critério de cada hospital decidir se abre esta possibilidade", disse Gerson Claro (PP). José Carlos Barbosa (DEM) também citou que estas "visitas" já são permitidas em vários países.

 

Envie seu Comentário