Mato Grosso Do Sul

Polícia pede medida protetiva para criança encontrada ensanguentada após estupro

14/07/2020 16h33 - Por: Folha de Dourados

 
Depca investiga o caso. Imagem: Divulgação Depca investiga o caso. Imagem: Divulgação

Clique aqui e curta nossa página no Facebook

A Polícia Civil pediu medida protetiva para a criança de 10 anos que foi vítima de abuso sexual no último sábado (11). O crime foi descoberto pela mãe, que flagrou a filha com as calças abaixadas e toda ensaguentada. O suspeito é um motorista de ônibus, um homem de 58 anos, companheiro da mulher.

O suspeito foi preso pelo crime após ser denunciado pela mãe da criança. Ele teria implorado para que ela não procurasse a polícia.

A delegada Franciele Candotti, da Depca (Delegacia Especialidade de Proteção à Criança e ao Adolescente), explicou que o caso ainda será distribuído, mas que foi feito o pedido de medida protetiva, para dar mais segurança à vítima. A polícia espera o deferimento judicial.

Crime

A mãe disse na delegacia que convive maritalmente com o autor desde dezembro de 2019, e que as duas filhas são de um relacionamento anterior. Ela contou que estava em casa quando acordou de um cochilo e foi procurar pela filha mais velha, de 10 anos, sendo que ao abrir a porta do banheiro flagrou o marido segurando a menina pelas costas.

A criança estava com o short e a calcinha abaixadas. Em choque, a mulher pegou a filha e a levou para dar banho foi quando percebeu que nas roupas da menina havia sangue. A vítima reclamava de dores no órgão genital.

O homem ainda teria implorado para que a mulher não o denunciasse. Ele acabou preso. A criança em depoimento contou que em outra ocasião, no aniversário da mãe quando a mulher estava ocupada, o padrasto a teria levado para o quarto e a estuprado. Ela passou por exames e o caso segue em investigação.

 

Envie seu Comentário