Corumbá

Polícia Militar Ambiental autua assentado por exploração ilegal de madeira

23/06/2020 14h17 - Por: Folha de Dourados

 
(PMA)(PMA)

Clique aqui e curta nossa página no Facebook

Durante fiscalização nos assentamentos rurais do município, depois de denúncias de exploração ilegal de madeira nas reservas legais (áreas protegidas) dos assentamentos, uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Corumbá autuou ontem (22) no final da tarde, um assentado, proprietário um lote no assentamento Tamarineiro I, lenha sem documentação ambiental.

No lote do infrator foi encontrado 1 m³ de pequenas toras de lenha da espécie angico. O proprietário não estava no local e um sobrinho dele que cuidava do lote disse não saber onde ocorrera a derrubada das árvores para a retirada da madeira. O assentado não possuía o Documento de Origem Florestal (DOF), que é o documento ambiental para o transporte e armazenamento de qualquer produto florestal.

A lenha, que a PMA acredita ter sido retirada da reserva legal do assentamento foi apreendida. O proprietário do lote (50), residente em Corumbá, foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 1.500,00. Ele também responderá por crime ambiental. Se condenado, poderá receber pena de detenção de seis meses a um ano.

 

Envie seu Comentário