MS

Monitoramento via satélite auxilia resultados de pesquisas em lavouras

12/12/2018 07h16

Monitoramento via satélite auxilia resultados de pesquisas em lavouras de MS

Por: Folha de Dourados
 

Fundação MS e Farmers Edge firmam parceria para uso de informações no campo

A Fundação MS e a Farmers Edge, empresa de agrotecnologia canadense especialista em sistemas de dados para o setor agrícola, firmaram uma parceria para potencializar os resultados dos estudos feitos em campo. Foram instaladas estações meteorológicas em todas as suas unidades de pesquisa, em 14 municípios do Estado, possibilitando monitoramento das condições de clima de cada região, associando essas informações às conclusões obtidas pelos pesquisadores.

Atualmente, a Fundação MS desenvolve seus trabalhos em 27.460 parcelas de pesquisas espalhadas por Mato Grosso do Sul, nos municípios de Amambai, Anaurilândia, Bonito, Caarapó, Campo Grande, Dourados, Ivinhema, Maracaju, Naviraí, Rio Brilhante, São Gabriel do Oeste e Sidrolândia.

O pesquisador de fitotecnia soja da Fundação MS, André Bezerra, explica que os dados das áreas de pesquisa serão obtidos de forma remota e por meio do acesso de imagens via satélite. "Com isso, teremos a possibilidade de explicar o motivo de determinada cultivar ser mais produtiva em um ano, quais as condições de clima que foram importantes para que ela pudesse expressar esse potencial", observa.

Além disso, a ferramenta tecnológica permite analisar quais fatores puderam ser determinantes para que uma safra obtivesse resultados mais frustrantes ou, ainda, verificar a verdadeira magnitude de um estresse ocorrido por falta de chuvas, por exemplo, fazendo com que determinada variedade soja não conseguisse mostrar seu potencial produtivo.

O surgimento de pragas e doenças também poderão ser melhor estudados através da plataforma. Por meio desse monitoramento, os pesquisadores poderão constatar por que em determinada safra uma doença apresentou maior pressão de inóculo, e nesse caso, as atenções sobre a lavoura serão redobradas. "Outro ponto importante é a questão da eficiência dos produtos, seja um fertilizante aplicado no solo ou até mesmo um inseticida ou fungicida aplicado na lavoura. Será possível saber se têm eficiência garantida, ou se houve alguma ação interrompida por uma condição climática adversa", afirma André.

Para o diretor executivo da Fundação MS, Alex Melotto, a parceria proporciona pesquisas de mais qualidade e respostas precisas ao produtor rural. "Os dados obtidos nas unidades de pesquisa serão compartilhados com a Farmers Edge, tornando sua plataforma ainda mais robusta, podendo prever a produtividade de uma lavoura semeada em determinada época, com tipo de solo e nível tecnológico aplicado definidos. Então, essa soma de esforços acrescenta resultados positivos para os dois lados".

A Farmers Edge é líder global em agricultura de decisão, oferecendo soluções digitais de precisão. Entre as atividades exercidas pela empresa, está a de integrar dados centrados no campo, software de fácil manuseio, tecnologia de processamento de última geração, modelagem preditiva e análise agronômica avançada. Além disso, fornece aos produtores soluções escaláveis para produzir mais com menos.

O objetivo é se concentrar na produção sustentável de safras de alta qualidade e alto rendimento, projetadas para otimizar insumos, minimizar o impacto ambiental e proteger a viabilidade econômica da propriedade, transformando grande volume de dados em informações precisas, que auxiliam na tomada de decisões do produtor.

 

Envie seu Comentário