MATO GROSSO DO SUL

MS: fazendeiros são autuados por desmatamentos ilegais

Dois fazendeiros de Campo Grande foram autuados pela PMA de São Gabriel do Oeste, por desmatamentos ilegais em propriedades rurais no município de Camapuã. Ao todo terão que pagar R$ 19.470 mil em multas

23/03/2019 12h11 - Por: Folha de Dourados

 
(Foto: Divulgação PMA) (Foto: Divulgação PMA)

Clique aqui e curta nossa página no Facebook

Dois fazendeiros de Campo Grande foram autuados pela PMA de São Gabriel do Oeste, por desmatamentos ilegais em propriedades rurais no município de Camapuã. Ao todo terão que pagar R$ 19.470 mil em multas.

De acordo com as informações, durante a fiscalização na região os policiais encontraram na sexta-feira (22), uma fazenda com três pontos desmatados medindo respectivamente 1,5, 3,5 e 6 hectares de vegetação nativa de cerrado. O dono da propriedade, 52 anos, que reside na Capital, foi então autuado administrativamente e multado em R$11 mil.

Já na fazenda vizinha, a PMA localizou 8,47 hectares de desmatamento. O fazendeiro, um homem de 50 anos, também foi autuado administrativamente e multado em R$ 8.470 mil.

Ainda segundo as informações da PMA, os desmatamentos foram levantados por imagens de satélites como parte da operação Cervo-do Pantanal e ocorreram em 2016 e teriam sido realizados para o plantio de pastagem e criação de gado. A madeira proveniente das árvores derrubadas nos desmatamentos não se encontrava mais no local. As atividades foram interditadas.

Ambos os infratores responderão por crime ambiental e a pena é de três a seis meses de denteção. Eles também foram notificados para apresentar um PRADA (Plano de Recuperação de Área Degradada e Alterada), junto ao órgão ambiental.

OPERAÇÃO CERVO-DO-PANTANAL

As vistorias fazem parte da operação Cervo-do-Pantanal. Nesta operação, a PMA recebeu 634 vistorias de possíveis desmatamentos ilegais levantados por imagem de satélites na bacia do rio Paraguai e Paraná pelo NUGEO (Núcleo de Geoprocessamento) do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul).

No ano de 2018 foram 109 proprietários rurais autuados na operação, sendo verificado um total de 2.665,46 hectares de desmatamentos ilegais em 23 municípios. Foram aplicadas multas que perfizeram o valor de R$ 3.056.028,0

 

Envie seu Comentário