Diz Reinaldo

Aulas presenciais nas escolas estaduais só voltam a partir de agosto, anuncia Reinaldo

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) anunciou, nesta quinta-feira (25), que vai prorrogar a suspensão das aulas presenciais na rede estadual de ensino até o fim de julho.

25/06/2020 13h04 - Por: Folha de Dourados

Clique aqui e curta nossa página no Facebook

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) anunciou, nesta quinta-feira (25), que vai prorrogar a suspensão das aulas presenciais na rede estadual de ensino até o fim de julho.

"Não tem como voltar agora. As equipes de saúde demonstram isso, principalmente com esse aumento exponencial dos casos", justificou.

Ele destaca que o governo se prepara para retomada das atividades a partir de agosto, mas ainda não há nada certo.

Por enquanto, o governo trabalha em um plano de biossegurança, com a possibilidade de rodízio de turnos, e prepara a compra de kits de higiene, como produtos de limpeza e álcool em gel.

Neste período, as aulas continuam no sistema EAD (Educação à Distância), através de vídeos e reuniões virtuais, além da transmissão de aulas pela televisão.

"Nós podemos diminuir essa curva de pessoas contaminas e, junto com isso, o número de óbitos. Isso depende de cada um de nós", enfatizou Azambuja.

As escolas particulares não precisam acatar a decisão, mas haverá uma recomendação para que continuem com as aulas presenciais suspensas.

Dados

Mato Grosso do Sul registra 6.523 casos confirmados do novo coronavírus, segundo boletim epidemiológico desta quinta-feira (25). São 322 positivos novos, um crescimento de 5,2%.

Dos casos confirmados, 3.108 estão em isolamento domiciliar, 3.191 estão recuperados e 61 morreram.

Há também 166 hospitalizados, contando com três pessoas de outros estados. Eles estão distribuídos em 85 leitos clínicos e 81 leitos de UTI. Dois sul-mato-grossenses estão internados no Paraná.

Desde que o boletim passou a ser divulgado, há 100 dias, foram 37.372 casos notificados. Destes, 1.496 estão em análise laboratorial, 2.082 sem encerramento nas secretarias municipais e 27.271 foram descartados.

 

Envie seu Comentário