MS

Propostas que somam R$ 163 milhões são aprovadas no FCO em MS

Parte do dinheiro é para projetos do setor rural e outra para o empresarial, de acordo com o governo

07/02/2019 13h48 - Por: Folha de Dourados

Clique aqui e curta nossa página no Facebook

Na primeira reunião de 2019, o Conselho de Investimentos do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) aprovou projetos que somam R$ 163 milhões para empreendimentos em Mato Grosso do Sul.

Do total, R$ 129,1 milhões são do setor rural e R$ 34,7 milhões do empresarial, de acordo com o governo estadual. O recebimento de propostas começou em 15 de janeiro deste ano. As cidades dos projetos são Bonito, Campo Grande, Dourados, Ribas do Rio Pardo, Três Lagoas, Amambai, Rio Verde de Mato Grosso, Camapuã, Rio Brilhante, Sonora, Paraíso das Águas, Costa Rica, Ponta Porã, Pedro Gomes, Maracaju, Vicentina, Chapadão do Sul, Mundo Novo, Fátima do Sul, Itaporã, Sidrolândia e Corumbá.

Até agora, já foram contratados R$ 44,4 milhões dos recursos do FCO. Só em 2019, estão disponíveis R$ 2,26 bilhões. Na reunião que deliberou sobre a aprovação, promovida ontem, o secretário da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Jaime Verruck, afirmou que foram debatidas ações para que o fundo seja 100% usado.

"No âmbito do CEIF [Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis], vamos monitorar a demanda do FCO empresarial para estimular a busca do recurso junto ao comércio, serviços e turismo".

Novidade neste ano, o crédito para pessoa física comprar painéis para micro e mini geração de energia solar está prestes a sair do papel. Segundo o titular, estão disponíveis R$ 24 milhões para este fim, mas o Banco do Brasil, que efetiva o empréstimo, precisa regulamentar a medida.

Campo Grande News

 

Envie seu Comentário