José Tibiriçá Martins Ferreira

Dourados e o toque de recolher!

29/06/2020 07h07 - Por: Folha de Dourados

 
José Tibiriçá Martins FerreiraJosé Tibiriçá Martins Ferreira

Clique aqui e curta nossa página no Facebook

José Tibiriçá Martins Ferreira, advogado

Senhora prefeita de Dourados:

Estamos chegando no final do mês de junho e o seu governo municipal tem com suas medidas adotadas, contribuído para o fechamento de muitas empresas, principalmente da área de alimentação.

Considero essas também como de serviço essencial, afinal é dali que sai o sustento das famílias, tanto do patrão como dos empregados. Com o dinheiro gerado paga -se os encargos e alternativas urgentes para solução tem que surgir por parte e sua administração.

Pense grande como o prefeito de Campo Grande e sua equipe, a capital com a população quatro vezes maior tem o toque de recolher às 23:00 horas. Estamos em guerra contra esse vírus, mas temos que trabalhar, sendo essa a única saída. Nossa Câmara composta de 19 pares não reage aos atos do executivo, não apresenta sugestões, com algumas exceções.

Não pode o município continuar como está, com muita gente sem trabalho, assim há urgência do Conselho repensar os seus atos. Os pedintes estão aumentando no centro da cidade, os roubos e assaltos vem aumentando, principalmente na periferia.

Muitas pessoas estão em casa com problemas depressivos, afinal não se vive somente de oração, mas de ação.

O ser humano por sua natureza vive em sociedade e não em isolamento

 

Envie seu Comentário