Dourados

Câmara de Dourados recebe secretária de Assistência Social durante reunião pré-pauta

A Câmara Municipal de Dourados recebeu, na manhã desta segunda-feira (18) durante reunião pré-pauta, a secretária de Assistente Social, Fátima Libório, que explanou sobre o planejamento realizado pela pasta para o município

18/03/2019 15h06 - Por: Folha de Dourados

Clique aqui e curta nossa página no Facebook

A Câmara Municipal de Dourados recebeu, na manhã desta segunda-feira (18) durante reunião pré-pauta, a secretária de Assistente Social, Fátima Libório, que explanou sobre o planejamento realizado pela pasta para o município. Os vereadores ainda marcaram uma reunião, para tarde de hoje, às 18h, com técnicos sociais para discutir sobre o Projeto de Lei Complementar nº 003/2019 (005), de autoria do Poder Executivo.

Os vereadores puderam tirar suas dúvidas, em relação ao Plantão Social de Sobreaviso, como a forma de orientação dos plantonistas, sobre a divulgação do número do plantão e ainda sobre os benefícios que a população obtém do órgão.

De acordo com a Comissão de Assistência Social da Casa de Leis, composta pelos vereadores Sergio Nogueira (PSDB), presidente, Junior Rodrigues (PR), vice-presidente, e Marinisa Mizoguchi (PSB), membro, a reunião marcada tratará sobre o valor estipulado para o plantão e ainda ouvir suas opiniões e críticas sobre o Projeto de Lei Complementar.

O projeto cria dispositivo na Lei Complementar nº 310/2016, que dispõe sobre o PCCR (Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração), criando o Plantão Social de Sobreaviso no SUAS (Sistema Único de Assistência Social), tendo seu valor fixando, para cargos efetivos de nível superior, em R$ 25 por hora.

O presidente da Casa de Leis, Alan Guedes (DEM), explicou que as reuniões pré-pauta, como esta, são importantes para as votações de projetos durante as sessões ordinárias. "Nós pudemos tirar nossas dúvidas diretamente com a secretária, para que possamos discutir e votar o projeto de Lei com maior confiança e entendimento da causa", mencionou.

Cras Central

Ainda durante a pré-pauta, os vereadores questionaram a secretária sobre a desativação do Cras Central, localizado na Rua João Rosa Góes. Fátima afirmou que as atividades do centro não cessarão, mas serão remanejadas para outras unidades. Ainda apontou que um técnico social continuará no local para atender e remanejar a população.

Dourados conta hoje com oito Cras distribuídos nos bairros. "Vamos redirecionar as famílias para os Cras dos bairros onde elas moram, sendo que os profissionais também serão redirecionados, oferecendo o mesmo atendimento, porém com maior excelência", comentou a secretária.

Fátima ainda apontou que, em alternativa, propôs a criação do Cras Volante, que tem o objetivo de percorrer bairros da cidade que possuem alta situação de risco, levando o serviço de forma itinerante para a população.

 

Envie seu Comentário