85º óbito

Médico do Hospital da Vida, Miguel Yomeda é vítima da covid-19

Miguel Yomeda era médico de Ponta Porã, mas estava no HU-UFGD

01/07/2020 07h08 - Por: Folha de Dourados

 
Miguel YomedaMiguel Yomeda

Clique aqui e curta nossa página no Facebook

O primeiro óbito do mês de julho foi registrado nesta madrugada em Mato Grosso do Sul, na cidade de Ponta Porã, fronteira com Pedro Juan Caballero, de acordo com protocolo do Ministério da Saúde. Trata-se do médico Miguel Yomeda de 74 anos. A morte ainda não foi relatada pela Secretaria Estadual de Saúde, mas deverá ser confirmada na manhã desta quarta-feira, 1º de julho.

Yomeda estava internado no HU-UFGD (Hospital Universitário da Grande Dourados) e faleceu por volta das 3h da madrugada desta quarta-feira, 1º de julho.

Miguelito, como ele gostava de ser chamado, trabalhava como plantonista no Hospital da Vida, e era morador da fronteira, tendo uma residência também na cidade de Dourados.

Na UTI há vários dias, Miguel Yoneda era um dos seis médicos infectados pela covid-19 que estavam hospitalizados em Dourados.

84º óbito

Na noite de terça-feira, 30 de junho, foi registrado o 84º óbito pela covid-19 e a 24ª vítima de Dourados. Identificada como Fernandes Soares, uma idosa de 70 anos. Ela estava internada no Hospital da Vida.

Segundo a SES, conforme o município de residência das vítimas, os óbitos estão distribuídos da seguinte maneira:

  • 24 em Dourados (um óbito ocorrido em TO)
  • 9 em Campo Grande
  • 5 em Três Lagoas
  • 10 em Corumbá
  • 6 em Itaporã
  • 5 em Ponta Porã
  • 3 em Fátima do Sul
  • 2 em Batayporã
  • 2 em Brasilândia
  • 2 em Guia Lopes da Laguna
  • 2 em Paranaíba
  • 2 em Rio Brilhante
  • 2 em Vicentina (um no Estado de SP)
  • 2 em Amambai
  • 1 em Anastácio
  • 1 em Douradina
  • 1 em Deodápolis
  • 1 em Glória de Dourados
  • 1 em Iguatemi
  • 1 em Itaquirai
  • 1 em Naviraí
  • 1 em Nova Andradina
  • 1 em Sidrolândia

(Carlos Deanhaiha, Folha de Dourados)

 

Envie seu Comentário