Elairton Gehlen

A Distância

25/07/2020 14h09 - Por: Folha de Dourados

 
Elairton GehlenElairton Gehlen

Clique aqui e curta nossa página no Facebook

Elairton Gehlen - escritor

Eu sou matemático, pode acreditar, sou mesmo, me formei em 2001 no Centro Universitário da Grande Dourados – UNIGRAN, acho que isso me habilita a falar de números. E existem números para todos os gostos, por exemplo são inúmeros os casos de pessoas que estão procurando qualquer coisa que seja para ver no facebook neste momento, mas a probabilidade de encontrar é tão pequena quanto a coragem de fechar a página do livro eletrônico. Aí fico pensando: Inúmeros ..... são números?

Sei lá! Números são utilizados para medir distância, ou quantidades, ou o tempo decorrido desde que você amou verdadeiramente pela última vez. Amor tem mesmo essa magia de incorporar distância, quantidade e tempo, meio que numa regra de três, onde distância é inversamente proporcional, quantidade é diretamente proporcional e o tempo é a hipótese e significa que a tese pode destruir tudo ou confirmar o teorema. Já ouviu falar do teorema da incompletude? Pois é, só vou dizer uma coisa: O segundo teorema da incompletude, uma extensão do primeiro, mostra que tal sistema não pode demonstrar sua própria consistência, tipo assim, o amor. Nada como um matemático!

As distâncias podem ser medias de diversas formas: em metros, milhas, etc., são também medidas pela saudade, pelo sofrimento, frieza, o aconchego, às vezes o poeta é o grande matemático dos sentimentos. Que seja eterno enquanto dure, disse Vinícius de Morais, que não era matemático, era diplomata! E por falar em diplomacia, quanta falta ela faz na hora de encurtar as distâncias!

Estamos em tempos de distanciamento social e tem gente levando isso a ferro e fogo. Deu na televisão a reportagem da moça que se achou mais, sei lá o quê, que o fiscal no Rio de Janeiro e pensou em mostrar o seu distanciamento social com a informação de que é engenheira e é melhor. É de gente assim que dá vontade de ficar distante. A pior distância que existe no Brasil só pode ser medida pela distribuição de renda. A ganância é a régua predileta usada para medir a discriminação na sociedade.

 

Envie seu Comentário