Contrarreforma trabalhista

Fenaj convoca os 150 mil jornalistas brasileiros a contribuir com sua sede

A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) iniciou ontem, 14, nova fase da campanha de arrecadação de recursos para manter sua sede, em Brasília

15/03/2019 07h20 - Por: Folha de Dourados

 

Clique aqui e curta nossa página no Facebook

Campanha de arrecadação é relançada após novo ataque do governo, com a MP 873/19, que altera regras da contribuição sindical. Jornalistas podem contribuir a partir de R$ 10

A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) iniciou ontem, 14, nova fase da campanha de arrecadação de recursos para manter sua sede, em Brasília. Cada jornalista brasileiro, sindicalizado ou não, pode contribuir com R$ 10 e "salvar" o único patrimônio material da Federação. O prazo para receber doações encerra em 30 de junho de 2019.

O imóvel foi penhorado pela justiça do Distrito Federal, em função de dívida tributária junto à Terracap, empresa do Governo do DF (GDF). O pagamento do débito é relativo ao Imposto sobre Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) de um terreno concedido à Federação, nos anos de 1980, que nunca foi utilizado pela FENAJ. Após suspensão da ação judicial, por meio de acordo, o débito de R$ 400 mil foi negociado com o GDF, no qual a Fenaj terá de honrar o compromisso em 48 parcelas.

Além da dívida com a Terracap/DF e de multas sentenciadas pela Justiça, a Federação se encontra em uma situação financeira bastante delicada, resultado da contrarreforma trabalhista, aprovada pelo Congresso Nacional em novembro de 2017, que acabou com a obrigatoriedade de recolhimento do Imposto Sindical por parte dos trabalhadores, sendo essa a principal e maior receita da Federação.

"No atual cenário de desmonte de direitos trabalhistas e ataques ao Jornalismo, fortalecer a organização sindical dos jornalistas é mais importante do que nunca. Para não fechar as portas de sua sede em Brasília, a Fenaj está buscando apoio junto à categoria e à sociedade. Se cada jornalista em atividade no Brasil doar apenas R$ 10,00, a Federação garante a continuidade da luta em defesa do Jornalismo e dos jornalistas, das liberdades de expressão e de imprensa e da democracia no Brasil. Contribua hoje!", conclama os jornalistas brasileiros a presidenta da Fenaj, Maria José Braga.

Ataque à autonomia sindical

Não bastassem as maldades contra os trabalhadores e seus direitos e o esfacelamento da estrutura financeira do movimento sindical, no último dia 1º de março de 2019, o Poder Executivo editou a Medida Provisória nº 873, modificando a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) para alterar as regras das contribuições sindicais, como o fim das cobranças das mensalidades na folha de pagamento das empresas.

Para a Fenaj e as centrais sindicais, edição da MP 873, pelo presidente Jair Bolsonaro, é um grave ataque contra o princípio da liberdade e autonomia sindical e o direito de organização dos trabalhadores, dificultando o financiamento das entidades de classe, no momento em que cresce no seio da classe trabalhadora e do conjunto da sociedade a resistência ao corte de direitos de aposentadoria e previdenciários em marcha com a apresentação da proposta de Reforma da Previdência que já tramita no Congresso Nacional.

"Nesta segunda fase da campanha de arrecadação, contamos com o engajamento de todos os sindicatos filiados à Federação e dos mais de 150 mil jornalistas brasileiros. É preciso que a campanha chegue a cada jornalista filiado e também à parcela da categoria não filiada, assim como às entidades sindicais parceiras, instituições, pessoas físicas e jurídicas. A FENAJ está precisando do compromisso de todos os jornalistas brasileiros, para continuar a defender o Jornalismo e os/as jornalistas. Por isso, você profissional, sindicalizado ou não, familiar ou amigo de jornalista, colabore com essa causa. A categoria, agora mais do que nunca, precisa de uma entidade forte e deve se sentir responsável por esse fortalecimento", reforça a presidenta Maria José Braga.

Como você pode contribuir

Na segunda fase, "Jornalista, ajude a manter a sede da FENAJ", as contribuições poderão ser realizadas através de:

Depósitos em conta corrente, a partir de R$ 10,00

Federação Nacional dos Jornalistas

CNPJ: 34.078.576/0001-93

Caixa Econômica Federal

Agência: 0006

Operação: 03

Conta Corrente: 050141-4

Pela Vakinha Online, a partir de R$ 25,00

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/salve-a-sede-da-fenaj

Pela Lojinha Virtual, a partir de R$ 20,00

https://fenaj.rededejornalistas.com.br

 

Envie seu Comentário