Governo Bolsonaro

Diário Oficial atrasa e é publicado sem a exoneração de Gustavo Bebianno

Bolsonaro teria deixado exoneração assinada na sexta-feira (15). Nada impede, no entanto, que a exoneração de Bebianno seja publicada ao longo do dia, em uma edição extraordinária do DOU

18/02/2019 07h18 - Por: Folha de Dourados

 
Carlos Bolsonaro, Jair e Gustavo Bebianno (Arquivo)Carlos Bolsonaro, Jair e Gustavo Bebianno (Arquivo)

Clique aqui e curta nossa página no Facebook

A edição desta segunda-feira (18) do Diário Oficial da União (DOU) subiu com atraso na plataforma digital e não trouxe a esperada exoneração do ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gustavo Bebianno (PSL). Em lugar disso, a publicação tem duas portarias assinadas por Bebianno na qualidade de ministro. Nada impede, no entanto, que a exoneração seja publicada ao longo do dia, em uma edição extraordinária do DOU.

Na sexta-feira (15), o SBT divulgou que, após reunir-se com Bebianno, o presidente Jair Bolsonaro já havia assinado sua demissão e que esta seria publicada na segunda. Segundo outros veículos, Bolsonaro teria oferecido ao ministro um cargo na diretoria de Itaipu, mas Bebianno recusou o rebaixamento de posto.

Gustavo Bebianno é suspeito de ligação com o uso de uma candidata laranja em Pernambuco para captar recursos do fundo partidário para o Partido Social Liberal (PSL), do presidente da República.

O vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente, detonou uma crise ao afirmar que Bebianno estava mentindo sobre ter mantido conversas a respeito do caso com seu pai. Carlos chegou a publicar no Twitter um áudio enviado por Bolsonaro ao ministro. A fritura pública teve o endosso de Bolsonaro, que retuitou o filho. (Revista Forum)

 

Envie seu Comentário