Ricardo Ayache

José Henrique Marques

O PSB, a noiva da vez nas articulações políticas da pré-campanha em Dourados, será apenas mais um partido no arco de alianças construído em torno da candidatura do deputado estadual e candidato a prefeito do DEM José Carlos Barbosa, o Barbosinha, que tem como vice o ex-deputado estadual Valdenir Machado, do PSDB.

A definição foi comunicada na tarde desta terça-feira (15) pelo presidente estadual da legenda Ricardo Ayache aos seus correligionários em Dourados, depois de pelo menos duas tratativas, via telefone, com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Na segunda-feira (14), Ayache esteve em Dourados e observou o partido dividido entre duas teses: a da candidatura própria com o médico Davi Vieira ou aliança com o candidato do PP, Alan Guedes, nesse caso indicando como vice a sindicalista Deumeires Moraes. Ayache visitou o casal Délia (prefeita de Dourados) e Roberto Razuk e conversou com outras lideranças.  

A questão financeira foi o principal complicador que levou o PSB a abortar a candidatura de Davi Vieira. Pesquisas quantitativas e qualitativas sinalizaram que ele, por ser novato na política, tinha uma longa avenida para crescer nas pesquisas e ameaçar Barbosinha, até agora o favorito para suceder Délia Razuk.

Quem se beneficiou dessa decisão foi o vereador Maurício Lemes, já que Davi e Deumeires anunciaram que não disputarão vaga na Câmara de Vereadores. O caminho ficou livre para o presidente municipal da legenda buscar mais um mandato. A convenção do PSB está marcada para à noite desta quarta-feira (16).

Comentários do Facebook