A Polícia de Mato Grosso do Sul trabalha com a hipótese de que o namorado seja o assassino de Stéfany Ferreira de Oliveira, 38 anos, que foi morta a facadas e encontrada ontem (15) pelo pai na casa dela.

O crime aconteceu em Cassilândia. O namorado de Stéfany, que era transexual é o namorado, fugiu após mandar mensagem para a mãe da vítima dizendo “adeus, luto”. Ele também informou que as chaves da casa e a moto da vítima estavam na rodoviária e ele estava indo embora para Cuiabá (MT).

No corpo havia sinais de defesa nas mãos e nos braços e a faca, supostamente usada no crime, estava sob a cama, próxima ao corpo.

Testemunhas viram o suspeito comprando passagem e embarcando para o Mato Grosso na quinta-feira (14), por volta das 16h.

Comentários do Facebook