Murilo e Alan com vereadoras e vereadores eleitos - Foto: Leandro Silva

José Henrique Marques

O encontro do vice-governador Murilo Zauith (DEM) com os eleitos em 15 de novembro, ocorrido ontem (19), na Agesul, teve significado alvissareiro para Dourados. Muito além do que o “anúncio” de investimentos de R$ 300 milhões do Governo do Estado, ainda porquê de novo, ao que parece, apenas o recapeamento do quadrilátero das ruas Cuiabá e Avenida Marcelino Pires, entre as ruas Aquidauana e Afonso Pena. As outras obras já haviam sido anunciadas e algumas já em andamento. Na verdade, o que Zauith transmitiu à sociedade douradense é que a recente campanha não deixou rusgas que comprometesse o bom relacionamento dele e do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) com o prefeito eleito Alan Guedes (PP). O Governo está e continuará presente em Dourados. Outros dois atores do último processo eleitoral, o candidato derrotado do DEM à Prefeitura de Dourados, o deputado estadual José Carlos Barbosa, o Barbosinha, e o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende (PSDB), também já se colocaram à disposição para ajudar o prefeito eleito. Isso é política na acepção exata do termo. É civilidade e bons presságios para o povo douradense.    

Comentários do Facebook