Números indicam declínio da contaminação pela doença no estado

Mato Grosso do Sul confirmou, nesta quinta-feira (16), 33 casos novos e mais seis mortes provocadas por Covid-19. O estado atingiu 371.315 infectados desde o início da pandemia e 9.490 óbitos, segundo dados do último boletim epidemiológico. Os números indicam queda na contaminação.

Conforme os dados, a ocupação global de leitos de UTI por macrorregiões está com uma taxa em declínio. Em Campo Grande chegou a marca de 50%. Em Dourados, 61%. Já em Três Lagoas, a taxa de ocupação de leitos é de 36% e em Corumbá, 53%.

Em análise nos laboratórios estão 162 amostras de testes e os municípios possuem 878 notificações em aberto. Em contrapartida, já se recuperaram da doença em Mato Grosso do Sul, 360.679 pessoas.

Segundo a secretaria estadual de Saúde (SES), o estado tem 985 casos ativos da doença, em isolamento domiciliar. 161 pessoas estão hospitalizadas. Em leitos clínicos estão internados 62 pacientes e em unidades de terapia intensiva (UTIs) 99.

Dourados –

Segundo Prefeitura Municipal de Dourados, o município tem nesta quinta-feira apenas 125 casos ativos da doença, ou seja, pessoas com potencial de transmissão.

Ontem eram 154 casos ativos, mas nas últimas 24h foram registrados 30 casos recuperados e apenas um positivo. Com esse acréscimo, Dourados passa a ter 38.547 casos confirmados, sendo 37.760 considerados recuperados.

Outros 18 pacientes estão hospitalizados, seis em leitos de enfermaria e 12 na UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Quatro pessoas são de outras localidades, mas permanecem internadas na maior e mais populosa cidade do interior do Estado.

Quanto a distribuição geográfica dos casos: 36.104 são do perímetro urbano, 194 dos Distritos Rurais, 893 da Reserva Indígena Federal e 69 de outras localidades.

Comentários do Facebook