Tratam-se de Matheus Henrique dos Santos Venâncio, 20 anos, e Pedro Augusto Boim, 24 anos, os mortos carbonizados com a queda do helicóptero Robinson R66 Turbine, ocorrida ontem (20), entre Dourados e Ponta Porã.

A aeronave estava com 246 quilos de cocaína que ficam espalhados no solo.

Os rapazes foram identificados na manhã de hoje (21) pelas mães, no Instituto Médico Legal. Ambas vieram do interior paulista e estão sendo ouvidas na Polícia Civil.

O caso é investigado pelo Departamento de Repressão a Corrupção e ao Crime Organizado da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul e todas as informações colhidas serão repassadas para Campo Grande.

O helicóptero consta no Registro Aeronáutico Brasileiro em nome de uma empresa imobiliária sediada em Taubaté (SP), e estava em plenas condições de voo no que diz respeito a registros e licenças.

Comentários do Facebook