Dourados: Aldeia Bororó

Boletim de Ocorrência (BO) registrado na tarde de ontem (16) na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário de Dourados revela que uma mulher indígena, de 27 anos, denunciou agressão verbal de um casal. Ela reside na Aldeia Bororó.

O caso, de acordo com o BO, teve origem em uma crise de ciúmes, causada por suposta mensagem enviada por meio de redes sociais ao marido da acusada e que teria sido  atribuída à vítima, que negou o procedimento.

De acordo com a denunciante, a acusada é suspeita de ser foragida da Justiça em Fátima do Sul e que as agressões  têm acontecido há aproximadamente uns três meses. Em uma dessas ameaças, a acusada teria chamado a vítima de “macumbeira, cadela branca, destruidora de lar, corna mansa”.

Comentários do Facebook