A secretaria estadual de Saúde (SES) atribuiu o elevado número de mortes a um represamento de dados que ocorreu em Três Lagoas

Mato Grosso do Sul confirmou mais 87 mortes por Covid-19. É o maior número de óbitos de toda a pandemia. Com isso, o estado atingiu nesta quinta-feira (8), 4.717 óbitos.

A secretaria estadual de Saúde (SES) atribuiu o elevado número de mortes a um represamento de dados que ocorreu em Três Lagoas.

O município registrou o segundo maior número de óbitos no boletim epidemiológico da Covid desta quinta, 22. É superado somente por Campo Grande, que contabilizou 35.

Além das duas cidades, também registraram óbitos: Dourados (5), Naviraí e Paranaíba (3 cada um), Miranda, Bonito e Ponta Porã (2 cada um) e ainda Paranhos, Aparecida do Taboado, Dois Irmãos do Buriti, Mundo Novo, Bela Vista, Fátima do Sul, Maracaju, Deodápolis, Sidrolândia, Ivinhema, São Gabriel do Oeste, Cassilândia e Corumbá (1 cada).

Outros dados

O boletim epidemiológico da Covid-19 apresentou outros dados sobre a pandemia em Mato Grosso do Sul:

  • Casos confirmados nesta quinta-feira: 1.295
  • Total de casos desde o início da pandemia: 225.992
  • Pessoas infectadas que estão em isolamento domiciliar: 14.306
  • Pessoas infectadas que estão hospitalizadas: 1.218
  • Internados em leitos clínicos: 689
  • Internados em leitos de UTI: 529
  • Pessoas recuperadas da doença: 205.751
  • Taxa de ocupação de leitos de UTI Covid: 99,15%

(Do G1/MS)

Comentários do Facebook