fbpx

Desde 1968 - Ano 56

19.7 C
Dourados

Desde 1968 - Ano 56

InícioPolíticaMarçal Filho: ‘Sou pré-candidato e até então é o que a Justiça...

Marçal Filho: ‘Sou pré-candidato e até então é o que a Justiça me permite falar’

- Advertisement -

Mariana Rocha (*)

Em entrevista exclusiva para a Folha de Dourados, o radialista e advogado Marçal Filho, afirmou com todas as letras que é pré-candidato a prefeito de Dourados, falou do futuro da 94Fm e destacou a necessidade de uma gestão transparente e realmente comprometida com cada detalhe da cidade.  

O pré-candidato também nomeou os articuladores de sua pré-candidatura e enfatizou que ainda não há um nome pensado para ocupar o espaço de pré-candidato(a) à vice.

Leia a seguir, a entrevista.

Folha de Dourados – Marçal Filho, como vai ser o ano de 2024 para você e para a 94FM?

Marçal Filho – Eu acredito que em 2024 vou estar ausente em grande parte do ano, isso em razão da campanha eleitoral, mas estou absolutamente tranquilo quanto ao rumo da 94 FM, pois ela já se consagrou como uma emissora de grande sucesso, uma empresa que tem me dado grandes alegrias e que vai muito bem, independentemente da minha presença.

Agora, sobre a política, eu continuo disposto a disputar a Prefeitura de Dourados e isso precisa ficar muito claro, eu sou pré-candidato em 2024 e não abro mão disso. Entendo as especulações e comentários das pessoas do meio político, sei que estão todos já preocupados com as eleições, no entanto, a grande parte da população ainda não está preocupada com isso, mas o que não posso negar é que muita gente já está cobrando que eu seja um nome na disputa de 2024.

“não posso negar é que muita gente já está cobrando que eu seja um nome na disputa de 2024”

Essa cobrança vai pesar bastante na sua decisão de disputar a Prefeitura de Dourados?

Olha, sem dúvida, ninguém pode sonhar a noite em ser candidato e amanhecer no outro dia candidato sem antes, combinar isso com o povo, então, saber o que a população quer é essencial. Pra mim, a opinião popular é o que mais me move, as esperanças que as pessoas depositam em mim. Onde eu vou, o povo me cobra para ser o candidato. Muita gente ainda contesta se vou ser ou não, mas eu volto afirmar, eu sou pré-candidato e até então é o que a justiça me permite falar.

Como estão os diálogos sobre o retorno ao PSDB?

Olha, eu ainda não estou filiado ao PSDB, o cronograma do grupo que estou fortalecendo é que esse ato aconteça em março. O articulador da minha candidatura, desde o início, é o deputado Zé Teixeira. Recebi convites do presidente do PSDB de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, do governador Eduardo Riedel e também do Sergio de Paula. É natural que tenhamos mais nomes predispostos, mas eu confio muito na articulação do Reinaldo e do Zé Teixeira, nós juntos podemos aglutinar o grupo. O PSDB nunca administrou Dourados e é chegada a hora disso acontecer, no estado, o partido tem demonstrado muita sabedoria em gestão há algum tempo. O PSDB tem o maior número de prefeitos e as maiores bancadas na Assembleia Legislativa e no Congresso Nacional. Já conversei com a deputada Lia Nogueira, com o deputado Geraldo Resende e foram muito positivas, eles não colocaram empecilhos.

“O articulador da minha candidatura, desde o início, é o deputado Zé Teixeira”

Como serão encaminhadas as conversas com outros partidos e parlamentares?

Olha, eu e o deputado Zé Teixeira temos priorizado o diálogo amplo, até porque acredito que o que precisamos aqui em Dourados é de uma força tarefa, porque as pessoas estão desesperançosas com a política e Dourados tem jeito, somos uma cidade muito forte, o que precisamos mesmo é de uma gestão de verdade, para ficarmos no patamar de cidades do nosso porte.  Estamos falando com todos os partidos que já são tradicionalmente aliados do PSDB em Mato Grosso do Sul, já conversei com o deputado Renato Câmara (PMDB), já conversamos com o deputado Antônio Vaz e com o vereador Fábio Luís, do Republicanos. Tenho conversado muito com Murilo Zauith e me encontrado bastante com ele, na verdade, lá no nascedouro da minha candidatura eu já conversava com ele e ele tem dito que vai me apoiar, ele é um grande quadro e contribui muito com todo o processo, ele já foi secretário de planejamento, já foi prefeito duas vezes, secretário de infraestrutura do estado, por isso é muito importante a convergência. Além dos políticos, tenho falado com muitos empreendedores e trabalhadores de Dourados.

E como o Marçal Filho pré-candidato pensa a respeito de uma composição de grupo para ocupar os cargos de secretários(as)?

Meu propósito é de reunir pessoas respeitadas, competentes e que vistam a camisa. Ser gestor é não ter final de semana, é estar disposto a viver um projeto. Conseguir ser eleito é ganhar o direito de trabalhar pelo povo. Quero pessoas com pé no chão, pessoas que queiram resolver os problemas e que saibam se comunicar com as pessoas, de tal forma que sejam transparentes. E se um secretário(a) não corresponder às expectativas eu não terei nenhum problema em dizer tchau e convidar essa pessoa a sair.

“Ser gestor é não ter final de semana, é estar disposto a viver um projeto”

A  sua vasta experiência em comunicação desperta uma curiosidade sobre como pensa que deve ser uma comunicação institucional da Prefeitura com a população?

Eu acho que devemos ser o mais sincero e transparente possível, eu percebo que as pessoas ficam, por muitas vezes, revoltadas não por ter que pagar impostos, mas por não ver seu dinheiro retornando para a manutenção dos serviços públicos. Nós assistimos um sem fim de matérias e peças de publicidade falando na bilionária arrecadação de Dourados, mas como esse dinheiro é usado? Quanto é gasto em cada pasta? Quais as prioridades? Uma gestão precisa demonstrar suas prioridades. O papel higiênico no posto de saúde tem que ser uma prioridade. Não se pode fingir que tudo está uma maravilha se não está.

(*) Jornalista da Folha de Dourados, graduada pela UFRJ, escritora, consultora de campanhas políticas e institucionais, roteirista de conteúdo para redes sociais e comunidades digitais. Fundadora da Anexa Consultorias, foi gestora de Políticas Públicas para Mulheres do município de Dourados.

- Advertisement -

ENQUETE

MAIS LIDAS

- Advertisement -
- Advertisement -