O juiz José Domingues Filho, titular da 43ª Zona Eleitoral de Dourados, agendou para o próximo dia 14 de novembro, a partir das 14h, a realização do procedimento que visa comprovar que as urnas eletrônicas destinadas às eleições municipais estão zeradas, ou seja, sem qualquer voto computado.

Conforme o Edital nº 53/2020, publicado no Diário Oficial do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) deste sábado (31), a liberação do Sistema de Gerenciamento da Totalização – SISTOT e a realização do procedimento de emissão do relatório Zerésima, com a finalidade de comprovar a inexistência de voto computado no sistema, vão ocorrer no Cartório da 43ª Zona,

Essa publicação também oficializa a convocação dos representantes do Ministério Público Eleitoral, Ordem dos Advogados do Brasil, partidos políticos e coligações partidária, para comparecerem ao ato, na Rua Montese, número 435, Jardim Londrina.

As eleições municipais deste ano terão o primeiro turno realizado no dia 15 de novembro. Apenas municípios com mais de 200 mil eleitores realizam segundo turno, nos casos em que o primeiro colocado na disputa majoritária não obtém mais de 50% dos votos válidos. (DouradosNews)

Comentários do Facebook