Nesta segunda-feira (3), policiais civis da Delegacia de Iguatemi deram cumprimento ao mandado de prisão preventiva expedido em desfavor de um jovem de 27 anos, suspeito de ameaçar a mãe e o padrasto com uma arma de fogo e descumprir medidas protetivas de urgência.

De acordo com informações policiais, no começo do mês de abril, a mãe do suspeito procurou a delegacia para relatar que o filho estava proferindo ameaças contra ela e o marido, inclusive, teria ido ao sítio da família com uma arma de fogo para matar ambos.

Na oportunidade, as vítimas das ameaças não estavam no local, contudo, o agressor deu uma coronhada na cabeça do filho de um funcionário como um recado e disse que iria matar a mãe e padrasto.

A equipe de investigação efetuou busca no domicílio do suspeito, porém, não localizou a arma de fogo. Após isso, foi enviado pedido de medidas protetivas de urgência ao poder judiciário, deferido. 

Entretanto, mesmo com a medida protetiva, o agressor passou a seguir as vítimas, passar em frente à casa delas e anunciar pela cidade que iria matá-las. Em razão disso, a Polícia Civil representou pela prisão preventiva do agressor, que já tem passagem por tráfico de drogas.

Segundo a mãe do suspeito, as ameaças ocorriam porque o agressor queria dinheiro para financiar atividades ilícitas, porém, o casal negava. (DouradosNews)

Comentários do Facebook