Publicado no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (29), o resultado do Processo Seletivo Simplificado da Secretaria de Estado de Administração (SAD), Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) e Coordenadoria Geral de Perícias de Mato Grosso do Sul (CGP), para a contratação temporária de médicos legistas.

O DOE traz os resultados definitivos das inscrições deferidas, indeferidas, pontuação obtida na avaliação curricular e classificação preliminar dos candidatos. Ao todo 40 inscritos cumpriram o disposto no edital de abertura do certame e 26 deles serão convocados para a etapa III, de capacitação técnica do Processo Seletivo Simplificado.

O cronograma de convocação dos candidatos e de realização da Etapa III – Capacitação Técnica, será divulgado por meio de edital próprio, a ser publicado no Diário Oficial Eletrônico, no endereço www.imprensaoficial.ms.gov.br, e disponibilizado, via internet no site www.concurso.ms.gov.br.

A classificação preliminar dos candidatos selecionados na etapa II do Processo Seletivo Simplificado SAD/SEJUSP/CGP-ML/2020, está publicada a partir da página 51 do DOE e pode ser acessada clicando aqui.

Ao todo serão contratados, por tempo determinado e para o exercício de funções de natureza técnico-operacional, 13 novos médicos legistas, sendo 7 deles para a Unidade Regional de Perícia e Identificação (URPI) de Campo Grande, 2 para Bataguassu, 3 para Costa Rica e 1 para Nova Andradina.

Os editais estão publicados a partir da página 47 do Diário Oficial do Estado e podem ser acessados clicando aqui.

O que faz um médico legista

De modo geral, um Médico Legista trabalha na intersecção entre o direito e a medicina. Assim, ele tem como objetivo solucionar crimes sob a perspectiva de provas e vestígios no corpo humano.

Esse profissional desempenha suas funções nos Institutos Médico Legais (IMLs) e outros órgãos públicos. Assim, ele atua ajudando a solucionar crimes. Na Antropologia Forense, por exemplo, o legista é responsável por exumar cadáveres. Já na Clínica Médica, ele realiza exames de lesões corporais.

É o médico legista que realiza os exames de necropsia, para explicar a causa da morte, correlacionando o fato ao óbito. O profissional pode, ainda, emitir laudos e analisar causas de mortes, erros médicos e participar de tribunais.

Em Mato Grosso do Sul o salário de um médico legista varia entre R$ 7,3 mil e R$ 16,5 mil.

Comentários do Facebook