A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul prendou ontem (20) duas pessoas acusadas de participação no assassinato do fazendeiro Paulo Sérgio de Freitas Miranda, de 57 anos.

O produtor rural foi morto durante atentado a tiros em Naviraí, no último dia 23. Entre os presos está o genro da vítima, suspeito de ser o mandante do assassinato.

Policiais das delegacias de Naviraí, Eldorado e Mundo Novo, junto com a Polícia Civil de Palotina-PR, cumpriram dois mandados de prisão temporária. Além do genro de Paulo, também foi preso um homem suspeito de dar fuga aos pistoleiros, na cidade paranaense.

Outros dois mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Maracaju dos Gaúchos e Guaíra, cidades do Paraná. Diversos objetos e documentos foram apreendidos para serem analisados.

Paulo Sérgio de Freitas Miranda, 57 anos, morreu dois dias após o atentado, em 26 de setembro, na cidade de Dourados, onde estava internado após sofrer o atentado.

A vítima estava na companhia de sua família quando recebeu os disparos. Toda a ação dos criminosos foi filmada por câmeras de segurança, onde é possível observar quando dois homens chegam no local em um carro Monza, de cor prata. Um dos autores desce do carro e caminha calmamente para dentro do barracão enquanto o outro fica no veículo, mas minutos depois o motorista acaba descendo do carro também.

Após os tiros, os homens correm. O fazendeiro foi atingido no rosto, abdômen, tórax e mãos. Os pistoleiros abandonaram o carro que usaram no crime próximo a um assentamento. Durante a fuga, a dupla fez um motorista refém e o obrigaram a dirigir até a cidade onde fugiram a pé.

Comentários do Facebook