Uma ação conjunta realizada no início da noite de sábado (20), entre a Guarda Municipal de Dourados, Fiscais do Juízo e Conselho Tutelar culminou no encerramento uma ‘festinha social’, em plena pandemia, com a presença 96 jovens, dos quais, 50 eram adolescentes. 

De acordo com informações da GMD, os participantes estavam aglomerados e sem máscaras de proteção contra o coronavirus. Na chácara, localizada na Vila Rosa, foi apreendida uma grande quantidade de bebida alcoólica e um aparelho de som. Festinha com quase 100 jovens é encerrada na Vila Rosa

A GMD recebeu denúncia no Centro de Atendimento da Instituição através dos telefones 199/153 relatando o acontecimento da festa e a perturbação do sossego, pois o som estava muito alto. Na achegada das equipes, várias pessoas começaram a correr para os fundos da chácara. 

Três adolescentes, com idades entre 15 e 16 anos, foram identificados como organizadores do evento. Eles disseram que estavam cobrando R$20,00 da entrada das mulheres e R$ 30 dos homens. Além disso, informaram que era uma confraternização e que o dinheiro arrecadado seria utilizado para comprar bebidas alcóolicas.  

Testemunhas relataram que a bebida estava à disposição de todos nas mesas e que não havia nenhum controle. Um adolescente foi flagrado ingerindo bebida alcoólica. 

Diante da situação, os organizadores, a aparelhagem de som e as bebidas foram apreendidos e encaminhados a Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos legais.

Comentários do Facebook